Tamanho do texto

Nathália Brígida e Felipe Kitadai chegaram à disputa pelo bronze, mas acabaram derrotados por rivais de alto nível

Felipe Kitadai é esperança de medalha olímpica no judô
William Lucas/ Inovafoto/Bradesco
Felipe Kitadai é esperança de medalha olímpica no judô


O Brasil é uma potência a ser respeitada sempre quando entra no tatame por um Mundial de judô. O que não é garantia de medalha. Nesta segunda-feira, primeiro dia de competição em Astana, no Cazaquistão, os judocas do país venceram dez lutas no total, mas saíram sem medalha. Quem mais chegou perto do pódio foram Nathália Brígida (até 48kg) e Felipe Kitadai (até 60kg). Já a campeã olímpica Sarah Menezes caiu logo em seu primeiro combate.

Leia também: Mulheres lideram delegação brasileira no Mundial de judô

Nathália, de apenas 22 anos, avançou direto até a semifinal, vencendo suas primeiras quatro adversárias. Acabou perdendo, porém, as últimas duas disputas, para as japonesas Haruna Asami e Ami Kondo e terminou em quinto. Kondo, que ficou com o bronze, era a atual campeã mundial e número três do do ranking internacional. A judoca, que começou no esporte com o empurrãozinho de um padre , já havia conquistado o bronze no Pan de Toronto.

Kitadai, bronze nas Olimpíadas de Londres 2012, venceu três lutas até se deparar com o o atual campeão mundial em sua categoria, o mongol Boldbaatar Ganbat, pelas quartas de final, perdendo por ippon. Caindo para a respecagem, o paulistano ainda superou o sul-coreano Choi In-Hyuk, antes de ser derrotado pelo japonês Toru Shishime na disputa pelo bronze. Bicampeão mundial juvenil, Shishime já havia superado outro brasileiro em Astana: EricTakabatake, pelas oitavas de final.

A única judoca que não conseguiu um triunfo nesta segunda foi justamente Sarah Menezes, que buscava a quarta medalha em um Mundial, tendo saído com o bronze nas edições de 2010, 2011 e 2013. A piauiense foi superada pela belga Charline van Snick por um yuko. Charline foi bronze nas Olimpíadas de Londres, torneio que consagrou Sarah como campeã. 

Relembre a campanha dos brasileiros no Pan de Toronto:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.