Mais Esportes

enhanced by Google
 

Sem cumprir exigências, SC perde Mundial de handebol para SP

Federação Internacional reprovou estrutura catarinense. Nova sede diz que está com tudo pronto

Gazeta | 24/05/2011 12:54

Compartilhar:

A CBHb (Confederação Brasileira de Handebol) anunciou nesta terça-feira que o Campeonato Mundial feminino, que seria disputado em cinco cidades de Santa Catarina, será realizado em São Paulo. A IHF (Federação Internacional de Handebol) apontou que o Estado sulista não atendeu as exigências para realizar a competição, que será disputada em dezembro, e foi vetado.

Em fevereiro, a IHF realizou vistoria nas arenas catarinenses que receberiam o Mundial e demonstrou seu descontentamento com a estrutura. À época, o presidente da Comissão de Competições da entidade, Leon Kalin, havia pedidos "muitos ajustes" nas cidades-sedes.

"Infelizmente tivemos que retirar o Mundial do Estado de Santa Catarina, pois não foram dadas as garantias necessárias de adequações e montagem das arenas provisórias", disse Kalin.

Como Santa Catarina não cumpriu as exigências da IHF, a Confederação Brasileira recebeu dez dias para indicar outro Estado para sediar o Mundial e escolheu São Paulo.

"Nossa política é trazer grandes eventos esportivos para São Paulo e, dessa forma, acolhemos o evento com todas as garantias para a realização em nosso Estado. Nossas arenas precisarão apenas de pequenos ajustes técnicos para atender as exigências", explicou o secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Jorge Pagura.

Apesar da impossibilidade de Santa Catarina receber o Campeonato Mundial, o presidente da CBHb, Manoel Luiz Oliveira, agradeceu à dedicação das autoridades estaduais e se disse empolgado com a nova sede. As cidades paulistas para a competição ainda não foram escolhidas.

"Em se tratando de São Paulo, Estado que tem arenas acostumadas a receber grandes eventos internacionais, as adequações necessárias serão mínimas. Estamos muito felizes porque conseguimos manter o evento no nosso país", afirmou o mandatário da entidade nacional.

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo