Tamanho do texto

Atuais campeãs, meninas do Brasil sofrem com organização ofensiva mas conseguem empate no último lance da partida

Alê decidiu o jogo em favor do Brasil
Al Bello/Getty Images
Alê decidiu o jogo em favor do Brasil

A seleção brasileira feminina entrou em quadra na Dinamarca, contra a Coreia do Sul, para defender o título do Campeonato Mundial de Handebol feminino. Em partida duríssima, o Brasil viu a seleção asiática liderar o placar durante toda a partida, mas no último lance garantiu o empate.

Na primeira etapa do confronto, as comandadas do técnico Morten Soubak, que nasceu na Dinamarca, não conseguiram segurar o ímpeto da seleção asiática. Com grande atuação da pivô Ryu, que no primeiro tempo marcou gol nas cinco tentativas que realizou, a Coreia aproveitava a falta de organização ofensiva do Brasil para jogar no contra-ataque.

Bem marcada, Duda, melhor jogadora do mundo em 2014, forçava sem sucesso as infiltrações pelo meio da defesa, facilitando a marcação adversária. Na defesa, o Brasil contou com grande atuação da goleira Babi para ir para o intervalo em uma desvantagem de apenas dois gols, com o placar final da primeira etapa com 12 a 10 para a seleção coreana e muita irritação por parte de Morten Soubak.

O segundo tempo começou com o Brasil trabalhando mais a bola no campo de ataque, deixando menos espaço para o contra-ataque coreano. Com boa atuação de Ana, a seleção igualou o placar e equilibrou a partida.

Ainda assim, a Coreia do Sul mantinha o controle do placar, não deixando o Brasil passar a frente. O destaque da segunda etapa ficou por conta de Kim, que manteve bom aproveitamento no ataque coreano. Pelos lados do Brasil, Ana buscava o ataque e foi a artilheira da seleção na partida com seis gols.

Babi continuava se destacando no gol brasileiro, evitando que a Coreia ampliasse a vantagem em diversas oportunidades. Com diversas punições, Morten optou pelo artifício da goleira-linha. A estratégia deu certo e o Brasil cresceu no jogo.

No último lance do jogo, Babi evitou que a Coreia fizesse o 25º gol e deu início ao contra-ataque que culminou na jogada pela ponta da Alê, melhor jogadora do mundo em 2012, que marcou o gol de empate para o Brasil. Final de partida o placar mostrou 24 a 24.

Ao final do jogo, a goleira Babi foi eleita a melhor jogadora da partida.

A seleção volta a quadra na próxima segunda-feira, às 13h, para enfrentar a equipe do Congo em confronto válido pela segunda rodada do grupo C, que conta ainda com a favorita França, Argentina e Alemanha.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.