Tamanho do texto

Mídia da Bélgica criticou a quantidade excessiva de carros que acompanham os atletas durante as competições

Antoine Demoitié morreu após ser atropelado durante prova
Divulgação
Antoine Demoitié morreu após ser atropelado durante prova

O ciclista belga Antoine Demoitié, 25 anos, faleceu neste domingo (27) após ser atropelado por uma moto durante a tradicional corrida Gent-Wevelgem, na Bélgica.

O atleta foi um dos quatro ciclistas que caiu na altura da cidade de Sainte-Marie-Cappel, durante a breve passagem dos ciclistas pelo território francês. Demoitié estava internado na unidade de terapia intensiva do hospital universitário de Lille, na França, mas não resistiu aos ferimentos.

Nascido em Liége, no dia 16 de outubro de 1990, o belga atuava pelo time Wanty-Groupe Gobert. Em 2014, ele foi o vencedor da sétima prova da Copa da França, o Tour du Finistère.

A mídia da Bélgica criticou a União Ciclística Internacional (UCI) pelos muitos acidentes que ocorrem durante as competições e a quantidade "excessiva" de carros que acompanham os ciclistas.

O "Le Soir" elencou alguns dos recentes casos semelhantes, mas com finais "menos graves". O jornal lembrou que, em fevereiro, o também belga Stig Broeckx foi atropelado por uma moto durante a Kuurne-Bruxelas-Kuurne e teve várias fraturas enquanto Greg Van Avermaet foi atingido durante a prova de San Sebastian. Já o site "Dernier Heure" lembrou que outro jovem belga, Daan Myngheer, 22 anos, está entra a vida e a morte após uma corrida na Córsega após um infarto.

Até mesmo ontem, durante a própria Gand-Wevelgem, o ex-campeão da Bélgica no esporte Jens Debusschere também se acidentou e teve uma concussão cerebral e várias fraturas.