Tamanho do texto

Filipino superou o mexicano Juan Manuel Márquez por pontos e manteve o cinturão dos meio-médios da OMB

AP
Pacquiao golpeia Márquez em Las Vegas
Foi sob vaias que Manny Pacquiao manteve o cinturão dos dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe (OMB). Em luta realizada nesta madrugada no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, o filipino venceu por pontos. A decisão dos juízes não agradou muito ao público, que vaiou o resultado da luta.

Manny Pacquiao e Juan Manuel Márquez já haviam lutado duas vezes, com dois combates equilibrados e resultados polêmicos (um empate e uma vitória do atleta da Filipina, por pontos).

Antes da luta, o ex-boxeador Joe Frazier, que morreu na última segunda-feira, foi homenageado. A vitória contra Muhammad Ali em 8 de março de 1971, no Madison Square Garden de Nova York, chamada de “A Luta do Século” foi lembrada.

A luta começou equilibrado, com os dois lutadores se respeitando bastante. Pacquiao tomava a iniciativa, mas Márquez respondia bem nos contra-ataques. Empurrado pela torcida, o mexicano foi crescendo aos poucos na luta, que ficou mais aberta a partir do nono round.

No fim, a decisão coube aos juízes. Um deles deu empate (114 a 114), enquanto os outros dois consideraram Pacquiao vencedor (115 a 113 e 116 a 112).

“Para mim, foi uma vitória clara. Tive méritos para vencê-lo. Ele não é um rival fácil”, disse o campeão após declarações revoltadas do mexicano.

Manny Pacquiao comemora a controversa vitória sobre o rival mexicano
AP
Manny Pacquiao comemora a controversa vitória sobre o rival mexicano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.