Tamanho do texto

Os dois lutadores protagonizaram combates épicos na década de 70. Frazier, que está com câncer, foi o primeiro a bater Ali

O mítico pugilista Muhammad Ali deixou a rivalidade de lado e afirmou, nesta segunda-feira, que está rezando por seu velho grande oponente Joe Frazier, que está em fase terminal de um câncer de fígado.

Veja também: Após provocações, Floyd Mayweather poderá enfrentar Pacquiao

"As notícias sobre Joe são difíceis de acreditar e pior ainda de aceitar. Joe é um guerreiro, um campeão, e eu estou rezando por ele", disse Ali, que sofre de Parkinson.

Leia também: Estreia do UFC na Globo terá Galvão Bueno e Belfort comentarista

Ambos protagonizaram lutas épicas na década de 70. Frazier, inclusive, foi o primeiro a bater Ali. E, tal feito, obtido em 1971 no Madison Square Garden (em Nova York), ficou conhecido como a 'Luta do Século'.

E ainda: Boxeador sul-africano morre 4 dias após luta por título

À época dos embates, eclodiu uma rivalidade ferrenha entre a dupla, a qual extrapolava os limites do ringue e se refletia em ataques verbais. Recentemente, Ali (que chamou seu adversário de 'gorila', entre outras ofensas) tentou uma aproximação afirmando que "dissera coisas motivadas pelo calor do momento".

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.