Tamanho do texto

Dundee, que também foi técnico de Sugar Ray Leonard, faleceu ao lado da família em Tampa, na Flórida

Angelo Dundee foi treinador de Muhammad Ali e Sugar Ray Leonard
Getty Images
Angelo Dundee foi treinador de Muhammad Ali e Sugar Ray Leonard
O lendário treinador Angelo Dundee, que teve como discípulos Muhammad Ali e Sugar Ray Leonard, entre outros grandes nomes do mundo do boxe, morreu na quarta-feira aos 90 anos, como indicou comunicado divulgado por sua família, em Tampa, na Flórida, onde morava. O treinador morreu ao lado de sua família, contou seu filho, Jimmy Dundee.

Leia mais: Lenda do boxe Sugar Ray aplaude UFC e quer Brad Pitt em cinebiografia

Em janeiro, Dundee conseguiu comparecer ao aniversário de 70 anos de Ali em Louisville, em Kentucky. "Essa era a forma como ele queria partir", disse Jimmy Dundee. "Ele fez tudo o que queria fazer e morreu em paz consigo mesmo e ao lado de pessoas queridas". Dundee, considerado um profissional especial, sabia encontrar a motivação perfeita para cada pugilista, principalmente para Ali, quem treinou praticamente durante toda carreira.

Confira ainda: Campeão mundial de boxe Klitschko revela vontade de aprender MMA

O promotor de boxe Bob Arum, outro dos grandes veteranos, disse que estava planejando levar Dundee a Las Vegas em 18 de fevereiro para uma festa beneficente organizada por Ali. Arum chamou Dundee de uma lenda do boxe, uma pessoa que trabalhou em várias das maiores lutas de todos os tempos. "Angelo foi o melhor de todos os tempos na hora de motivar os lutadores. Não importava se as coisas não estivavam bem, ele sempre olhava o lado positivo de tudo. Isso era eu que mais gostava nele".
Ali e Dundee marcaram a história do boxe
Getty Images
Ali e Dundee marcaram a história do boxe


O promotor deu crédito a Dundee por convencer Ali a continuar em sua terceira luta com Joe Frazier quando seu rival ganhava forças no "Thrilla in Manila". Sem Dundee, ressaltou Arum, Ali não teria tido a força de voltar e deter Frazier depois do 14º assalto na mítica luta. O treinador entrou para o Salão da Fama do Boxe em 1994, após uma carreira de seis décadas em que treinou 15 campeões mundiais, incluindo Leonard, George Foreman, Carmen Basilio e José "Mantequilla" Nápoles.

Desde que chegou ao difícil mundo do boxe, Dundee ganhou o respeito e o carinho de todos, mas principalmente dos atletas, dos quais cuidava e defendia até a morte com uma proteção especial para que não sofressem fora do ringue os efeitos negativos de uma disciplina esportiva pouco transparente. Seu compromisso com o amor e o respeito pelo esporte o fez merecedor da consideração que tinha entre todos os profissionais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.