Tamanho do texto

Após derrota contra Vitali Klitschko, britânico se desentende com compatriota e luta com desafeto no meio dos repórteres

O boxeador britânico Dereck Chisora protagonizou mais episódio polêmico neste sábado. Depois de ser derrotado por pontos pelo ucraniano Vitali Klischko na disputa do cinturão dos pesos-pesados da CMB (Conselho Mundial de Boxe), Chisora se envolveu em uma briga com o compatriota David Haye na entrevista coletiva realizada após a luta.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Tudo começou quando Chisora zombou do desempenho de Haye diante de Wladimir Klitschko – irmão de Vitali – em uma luta ocorrida no último ano e o chamou de “vergonha para o boxe”. Haye, que estava presente no local, não gostou do que ouviu e rebateu as provocações. A discussão ficou cada vez mais forte, e os dois acabaram lutando no meio dos repórteres.

Leia também: Vitali Klitschko derrota rival polêmico e mantém cinturão

Haye quebrou uma garrafa de vidro no peito de Chisora e pegou um tripé de uma câmera de televisão para utilizar como arma contra o desafeto. Adam Booth, treinador de Haye, teve um sangramento acima do olho esquerdo na confusão e deixou o local questionando Chisora sobre quem teria sido o responsável pelo seu ferimento.

Assista: Chisora dá tapa em Klitschko durante pesagem para luta

Wladimir Klitschko, que não estava presente no local, lamentou o ocorrido. “Estou totalmente desapontado. Isso acabou indo longe demais, o boxe não deveria ser assim. Rostos sangrando na coletiva de imprensa… Lutem no ringue, não fora dele. Estou realmente surpreso”, afirmou.

E mais: Chisora é multado por tapa em Klitschko

Este não é o primeiro episódio polêmico em que Chisora se envolve recentemente. Antes da luta contra Vitali Klitschko, o britânico deu um tapa no rosto do ucraniano durante a pesagem .

Veja o vídeo da confusão: