Tamanho do texto

Bicampeão superpena, norte-americano Genaro Hernandez estava aposentado há 13 anos e tinha câncer raro

Portador de um câncer raro, que atinge os músculos do corpo, o ex-boxeador norte-americano Genaro Hernandez, mais conhecido como Chicanito, morreu na última terça-feira.

Duas vezes campeão superpena, o lutador - que estava aposentado há 13 anos - sofria do câncer, denominado rabdomiossarcoma, há três anos, e acabou não resistindo. Seu auge ocorreu em 1991, quando superou Daniel Londas, na França, e conquistou o cinturão da Associação Mundial.

Chicanito foi pugilista profissional entre os anos 1984 e 1998, colocando fim em sua carreira após uma derrota para Floyd Mayweather Jr.

Na ocasião, o norte-americano - derrotado no último assalto - perdeu o cinturão de sua categoria para seu compatriota. Apesar do revés, o cartel de Chicanito é pra lá de positivo: em 41 lutas, foram 38 vitórias (sendo 17 por nocautes).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.