Tamanho do texto

Boxeador norte-americano venceu filipino em decisão polêmica dos juízes. Revanche já está marcada para o dia 10 de novembro

Bradley venceu Pacquiao na decisão dos juízes e tirou uma invencibilidade de sete anos do filipino
AP
Bradley venceu Pacquiao na decisão dos juízes e tirou uma invencibilidade de sete anos do filipino

O boxeador filipino Manny Pacquiao perdeu uma sequência de 15 triunfos consecutivos que acumulou durante sete anos e se desfez da coroa de peso meio médio da OMB (Organização Mundial de Boxe), ao ser superado pelo americano Timothy Bradley, em decisão decidida nos pontos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Na luta de 12 rounds na Arena Garden do hotel MGM Grand, de Las Vegas (Nevada), Pacquiao não pôde dar crédito ao resultado, que de acordo com os juízes teve pontuações de 115-113, 115-113 para Bradley Jr., e 115-113 para Pacquiao.

Leia mais:  Na despedida, Popó imita “Rocky” e arrasa novato

Os torcedores presentes, que assobiaram para a decisão, e os comentaristas que acompanharam o combate viram Pacquiao como claro ganhador. Ao concluir a luta, Pacquiao viu sua marca cair para 54 vitória e duas derrotas, com 38 nocautes, enquanto Bradley deixou seus números em 29-0. 

Pela luta deste sábado, Pacquiao embolsou cerca de R$ 53,06 milhões (US$ 26 milhões), já Bradley ganhou cerca de R$ 12,24 milhões (US$ 6 milhões). A revanche entre os dois já está marcada para o dia 10 de novembro

Bradley (à esq.) venceu Pacquiao (à dir.) em decisão polêmica dos juízes
AP
Bradley (à esq.) venceu Pacquiao (à dir.) em decisão polêmica dos juízes





    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.