Tamanho do texto

Cristian Pedrol, que faz parte da Academia MLB Brasil, se apresenta ao Seattle Mariners nos próximos dias

O brasileiro Cristian Pedrol firmou na última segunda-feira seu primeiro contrato profissional de beisebol com a equipe do Seattle Mariners, que disputa a MLB (Major League Baseball). O arremessador de apenas 17 anos de idade é o primeiro atleta formado na Academia MLB Brasil a assinar vínculo com uma franquia nos Estados Unidos.

Leia também: Brasileiro é eleito 5º melhor jovem estrangeiro do beisebol por liga dos EUA

O Mariners sempre esteve de olho nos talentos brasileiros, sendo que Pedrol será o oitavo brasileiro a defender a equipe de Seattle. Os outros foram Pedro Okuda, Felipe Burin, Felipe Talos e Jean Tomé (que atualmente não atuam mais no beisebol profissional), além de Daniel Missaki (hoje no Milwaukee Brewers), Luiz Gohara (atualmente no Atlanta Braves) e Thyago Vieira (que fez parte do elenco principal dos Mariners no Spring training deste ano). 

Brasileiro Cristian Pedrol vai jogar no beisebol profissional dos EUA, a MLB
Divulgação
Brasileiro Cristian Pedrol vai jogar no beisebol profissional dos EUA, a MLB

Cristian Pedrol se apresenta na próxima segunda-feira, na filial do Seattle Mariners, na República Dominicana, onde disputará a liga de verão do país, que faz parte das ligas menores como são conhecidas as categorias de acesso à Major League Baseball.

Leia também: Fernando Alonso atropela e mata dois pássaros em teste para Indy 500; assista

O jovem arremessador, assim como Eric Pardinho, faz parte daAcademia MLB Brasil, principal programa amador da modalidade, no CT Yakult, localizado na cidade de Ibiúna, no interior de São Paulo. A iniciativa, pioneira no país, é uma parceria entre a liga americana e a CBBS (Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol) para o desenvolvimento e ampliação do esporte, que retorna ao quadro olímpico em Tóquio 2020. 

Academia MLB Brasil 2017

O projeto oferece a 32 atletas, com idades entre 13 e 17 anos, bolsas de estudos, treinos, alimentação e alojamento no centro de treinamento da seleção brasileira numa parceria entre CBBS e MLB.  A Academia conta com três técnicos estrangeiros da MLB: o panamenho Enrique Burgos (ex-jogador de ligas menores e da MLB), o venezuelano Emilio Acosta que até o ano passado era treinador da filial do New York Yankees na República Dominicana e o dominicano Eduardo de Leon, instrutor do programa de desenvolvimento de técnicos da MLB.

Leia também: Aos 7 anos, menina prodígio do basquete sonha em ser a 1ª mulher na NBA

Beisebol brasileiro nos EUA

Com assinatura de Cristian Pedrol, o Brasil passa a ter 12 atletas com contratos ativos com franquias do beisebol profissional norte-americano, com destaque para Paulo Orlando (Kansas City Royals), Yan Gomes (Cleveland Indians) e André Rienzo (San Diego Padres).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.