Mais Esportes

enhanced by Google
 

Fabiana Murer vai mal e Isinbayeva é campeã em Estocolmo

Brasileira ficou só na quinta colocação, enquanto sua amiga e adversária russa confirmou o favoritismo

Gazeta | 29/07/2011 17:36

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O aguardado reencontro das duas melhores saltadoras do mundo não foi bom para o Brasil. Na etapa de Estocolmo da Liga Diamante, Fabiana Murer enfrentou pela primeira vez no ano a sua amiga e maior rival no esporte, a russa Yelena Isinbayeva. Em melhor fase na temporada, a brasileira sofreu com o vento forte, saltou bastante mal e ficou apenas na quinta colocação, e apenas observou a adversária ser campeã na sua segunda competição oficial em 2011. A competição era vista como um ensaio para o Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, que será realizado no final de agosto.

Foto: Divulgação Ampliar

Fabiana Murer decepcionou em competição importante em Estocolmo

Fabiana realizou apenas um salto certo em toda a competição, na altura de 4,51m. Após errar na primeira tentativa, ela converteu a segunda e depois pulou a etapa de 4,58m, passando direto para 4,64m. Ela tentou mais duas vezes e errou em ambas, mas mesmo assim avançou para 4,70m, onde errou sua terceira chance, sendo eliminada.

Melhor para Isinbayeva, que vinha de uma medalha de ouro conquistada na última etapa da Liga Diamante, na Bélgica, sob tempo chuvoso e condições bastante adversas - que mesmo assim lhe renderam a primeira posição logo no seu retorno às pistas após 18 meses de "férias" que tirou do esporte para "descansar e fazer coisas normais".

Na Suécia, ela iniciou saltando com 4,64m, precisando de duas tentativas para converter o salto - o que já a fez ultrapassar Fabiana. Em seguida, ela avançou 12 centímetros e acertou logo de primeira. Neste momento, ela já se converteu em campeã do torneio, ao ver a segunda colocada Silke Spiegelburg-ALE errar todas as suas tentativas da mesma altura. Em seguida, ela também errou todos os seus três saltos dos 4,86m, mas garantiu o título em Estocolmo.

É a melhor marca da temporada de Isinbayeva, que ficou distante do recorde da prova local - que é próprio dela, com 4,85m, conquistado em 2008. O melhor salto do ano, no entanto, é da alemã Martine Struntz, com 4,78m - ambos muito distantes do recorde de todos os tempos, de 5,06m, também da saltadora russa.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo