Tamanho do texto

Além de se tornar a primeira brasileira a chegar em uma final de 100 m, Santos também bateu recorde sul-americano; ela disputará mais duas provas

A brasileira Rosangela Santos obteve uma campanha histórica na disputa dos 100 m no Campeonato Mundial de Atletismo , que está sendo disputado em Londres. Depois de igualar o recorde pessoal na preliminar no último sábado, com 11.04 (-1.0), ela quebrou o recorde sul-americano na semifinal deste domingo, com 10.91 (-0.2) e completou a final em sétimo lugar, com 11.06 (0.1).

Leia também: Usain Bolt se despede das provas de 100m rasos com bronze no Mundial

Rosangela Santos , que ainda está qualificada para disputar os 200 m e o revezamento 4x100 m, tornou-se a primeira brasileira na história a disputar uma final dos 100 m no Mundial e a completar a prova em menos de 11 segundos.

Rosangela Santos se tornou a primeira brasileira finalista dos 100 m no Mundial de Atletismo
Reprodução/Twitter/TimeBrasil
Rosangela Santos se tornou a primeira brasileira finalista dos 100 m no Mundial de Atletismo

Nascida a 20 de dezembro de 1990, em Washington DC, nos Estados Unidos, mas criada desde bebê no Rio de Janeiro, Rosangela disse ter feito “a prova de sua vida na semifinal” e que sai feliz dos 100 m. “O sétimo lugar foi excelente. Não é fácil correr contra as melhores velocistas do mundo. É difícil manter a paciência no bloco para a largada”, lembrou a atleta, que mora e treina no Texas, Estados Unidos.

“Conheço essas meninas desde 2015, quando comecei a participar de competições na Europa, e por isso não foi surpresa. Mostrei também que não é impossível correr abaixo dos 11 segundos”, concluiu a velocista.

Leia também: Paris prepara limpeza do rio Sena para os Jogos Olímpicos de 2024

O recorde brasileiro anterior era de Ana Claudia Lemos, com 11.01 (1.4), desde 2015. Já o recorde sul-americano era da equatoriana Angela Tenorio, com 10.99 (0.9), desde os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015.

O pódio dos 100 m foi formado por Tori Bowie (Estados Unidos), com 10.85, seguida de Marie-Josée Ta Lou (Costa do Marfim), com 10.86, e de Dafne Schippers (Holanda), com 10.96. A jamaicana Elaine Thompson, campeã olímpica no Rio 2016, terminou em quinto lugar, com 10.98.

Thiago André na final dos 800 m

Depois de 14 anos, o Brasil terá novamente um finalista nos 800 m do Campeonato Mundial. O feito foi obtido por Thiago André , neste domingo, ele fez a semifinal em 1:45.83 e foi à final com o sexto melhor tempo na classificação geral.

“É uma grande alegria estar na final, fiz hoje uma prova para garantir a vaga. Agora vou me concentrar para a final (na próxima terça-feira, dia 8)”, falou o meio-fundista. O último brasileiro a disputar uma final na prova foi Osmar Barbosa dos Santos, em Paris 2003.

Leia também: Clube demite suas cheerleaders por serem bonitas demais e atrapalharem atletas

O presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, José Antonio Martins Fernandes, mandou seus cumprimentos pelo desempenho de Rosangela Santos. O vice-presidente da CBAt, Warlindo Carneiro da Silva Filho, também fez questão de parabenizar a velocista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas