Tamanho do texto

Em contrapartida, a polícia ainda desconfia que o paratleta atirou na modelo Reeva Steenkamp após uma discussão entre o casal, de acordo com relato de testemunhas


O velocista sul-africano Oscar Pistorius prestou depoimento e foi liberado após ser detido pela polícia e ser o principal suspeito de ter matado a tiros a namorada em sua casa , em Pretória. O paratleta teria confundido a modelo Reeva Steenkamp, de 30 anos, com um intruso. Ela, que também era sul-africana, morreu com um tiro na cabeça e outro no braço - foram quatro disparos efetuados no total.

Você acha que Oscar Pistorius é culpado por matar a namorada? Opine

O jornal sul-africano "Beeld" afirma que Pistorius confessou ter atirado e matado, por engano, a sua companheira. Na saída do distrito policial de Boschkop, o atleta se mostrou bastante abalado, cabisbaixo e usava uma jaqueta com capuz para esconder seu rosto e tentar escapar do registro dos fotógrafos.

E mais: Medalhista paraolímpico Oscar Pistorius é preso suspeito de matar namorada

Cabixbaixo, Oscar Pistorius deixa a delegacia após prestar depoimento
AP
Cabixbaixo, Oscar Pistorius deixa a delegacia após prestar depoimento

A polícia disse que um homem de 26 anos de idade compareceria no tribunal sob a acusação do homicídio de Steenkamp. A polícia da África do Sul não vai nomear suspeitos do crime até que as investigações terminem, mas a porta-voz Denise Beukes adiantou que Pistorius estava em sua casa no momento da morte da modelo e que "não há outro suspeito envolvido".

Fotos: Phelps e Pistorius participam de torneio de golfe na Escócia

"Sim, existem testemunhas e aconteceram depoimentos nesta manhã", disse Beukes fora do condomínio fechado onde morava Pistorius. "Estamos falando com vizinhos e pessoas que ouviram coisas que aconteceram no início da noite e quando o incidente ocorreu", completou.

Reeva Steenkamp era modelo sul-africana
Divulgação
Reeva Steenkamp era modelo sul-africana

Já de acordo com a publicação do "News 24", algumas testemunhas ouviram coisas mais cedo, antes do momento dos tiros, que podem ser relacionadas a uma briga de Pistorius com a namorada, supondo que o velocista teria matado a moça de forma proposital, e não acidental como disse no depoimento.

Leia também: Inspirado em Pistorius, Alan Fonteles quer disputar Olimpíadas

Pistorius, de 26 anos, foi o primeiro atleta com as pernas amputadas a correr nas Olimpíadas, usando duas próteses. Em 2012, nas Olimpíadas de Londres, ele competiu de igual para igual, chegando às semifinais das provas dos 400 m rasos.

Na Paraolimpíada, ele ganhou medalha de ouro nos 400 m T44. Ele causou polêmica depois de perder a prova dos 200m T44 para o brasileiro Alan Fonteles, ao reclamar de supostas vantagens da prótese usada pelo atleta brasileiro.