Tamanho do texto

Terezinha Guilhermina crava tempo de 12s01 e registra novo recorde mundial da prova. Jerusa Geber e Jhulia Santos completam o pódio em Londres

O Brasil dominou o pódio dos 100 m rasos T11 dos Jogos Paralímpicos de Londres e levou todas as medalhas possíveis da prova nesta quarta-feira. O ouro ficou com Terezinha Guilhermina, que cravou tempo de 12s01 e, de quebra, registrou novo recorde mundial.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

As outras três competidoras chegaram praticamente juntas. Jerusa Geber conquistou a prata com tempo de 12s75, apenas um centésimo antes de Jhulia Santos. A chinesa Juntingxian Jia cruzou a linha de chegada em quarto lugar, ao registrar 12s79, e ficou de fora do pódio.

Após a prova, Terezinha falou sobre a superação: "Hoje pude mostrar ao mundo que num dia a gente pode chorar, mas no outro sorrir e dançar".

Leia também: Zanardi dedica ouro obtido em Londres a seu mentor no esporte paralímpico

O ouro conquistado nesta quarta-feira é o segundo de Terezinha Guilhermina nesta edição das Paralimpíadas. No último domingo, ela venceu a disputa dos 200 m rasos T11.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.