Chiara Passari
Instagram
Chiara Passari

O tenista Nick Kyrgios está em Londres, onde nesta quarta-feira jogará as quartas de final de Wimbledon contra Christian Garin.

Porém, o jogo deixou de ser o assunto mais comentado, já que o jogador terá que comparecer aos tribunais da Austrália sob a acusação de agredir a sua ex-namorada, Chiara Passari , no final do ano passado.

Nesta terça-feira, a polícia informou que o número 40 do mundo pelo ranking da ATP "enfrentará o Tribunal de Magistrados da ACT em 2 de agosto em relação a uma acusação de agressão comum após um incidente em dezembro de 2021″.

Sendo um acusado com essas características, Kyrgios pode pegar uma pena de dois anos de prisão.

Chiara denunciou o tenista por meio de alguns stories em seu perfil do Instagram. "Não esqueço a vez que ele me deixou deitada no meio de Nova York às 4 da manhã e pegou minha carteira e meu celular. Ele foi de carro com uma de suas ex para outro clube. Fiquei completamente em ‘choque’”, afirmou ela.

Do lado de Kyrgios , seu advogado, Hason Moffett, já confirmou que o australiano está ciente da acusação de que é acusado: “Como o assunto está no tribunal, ele não tem comentários neste momento, mas emitiremos um comunicado à imprensa oportunamente", apontou.

Para garantir seu lugar nas quartas de Wimbledon , Kyrgios venceu um duelo de cinco sets contra o norte-americano Brandon Nakashima por 4/6, 6/4, 7/6 (7-2), 3/6 e 6/2. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários