Carta pública chega após a revelação de um escândalo de pedofilia na patinação francesa arrow-options
Le Parisien / Reprodução / Anthony Wallace
Carta pública chega após a revelação de um escândalo de pedofilia na patinação francesa

Um grupo de atletas franceses de alto nível divulgou um apelo público pedindo ações para combater o silêncio sobre casos de abuso sexual no esporte.

Divulgado pelo jornal Le Parisien , o texto é assinado por astros como o judoca Teddy Riner , a tenista Tatiana Golovin e as esquiadoras Marie Martinod e Ophélie David.

"Não podemos mais nos calar. É tempo de agir coletivamente e de tomar consciência de que quebrar o silêncio significa servir ao esporte", diz o apelo. "As recentes revelações de agressões sexuais sofridas por jovens esportistas fazem o sistema tremer e despertam nossa raiva", acrescenta o texto.

A carta pública chega após a revelação de um escândalo de pedofilia na patinação francesa, fruto de uma denúncia da multicampeã nacional Sarah Abitbol , que diz ter sido violentada por seu ex-treinador Gilles Beyer entre 1990 e 1992, quando era menor de idade.

Em um livro, Abitbol também acusou o presidente da Federação Francesa de Esportes no Gelo, Didier Gailhaguet, de não ter protegido seus atletas. "Nunca protegi Gilles Beyer", garantiu o cartola. As denúncias são investigadas pelo Ministério Público de Paris.

    Veja Também

      Mostrar mais