Tamanho do texto

Mhlengi Gwala ficou gravemente ferido e está hospitalizado após o ataque feito por três homens enquanto ele realizava um treinamento em Durban

O triatleta sul-africano Mhlengi Gwala foi atacado e ferido enquanto treinava na cidade de Durban, na África do Sul . De acordo com a rede de notícias BBC , Gwala foi atacado por três homens, na terça-feira, no momento em que subia uma colina íngreme de bicicleta.

Leia também: Saiba como está o jogador que ficou paraplégico depois de perder uma aposta

O triatleta sul-africano Mhlengi Gwala foi atacado por três homens enquanto treinava e teve as pernas cortadas
Divulgação
O triatleta sul-africano Mhlengi Gwala foi atacado por três homens enquanto treinava e teve as pernas cortadas

Os homens cortaram as duas pernas do triatleta com uma motosserra. À BBC , Sandile Shange, treinador de Gwala, disse que ele está estável no hospital e os ferimentos não são fatais, mas há grande risco de amputação de uma das pernas, já que a artéria principal foi atingida. Após o crime, os homens escaparam.

Depois de ter as pernas cortadas, o sul-africano voltou à estrada rastejando em busca de ajuda. Um motorista o socorreu e o levou ao hospital, onde foi submetido a cirurgia. Gwala disse que não compreendou o idioma falado pelos homens que o atacaram.

Leia também: Torcedor é flagrado se masturbando na arquibancada e acaba expulso pela polícia

A polícia da África do Sul irá investigar o caso como tentativa de homicídio. "Ele [triatleta] pensou que eles estavam indo para roubá-lo. Então, ele parou e deu seu celular, mas eles não queriam seu celular, seu relógio e sua bicicleta. Eles o arrastaram para os arbustos à beira da estrada, pegaram uma serra e começaram a cortar a perna", falou à BBC o porta-voz da polícia Nqobile Gwala.

"Eles continuaram cortando e quando chegaram ao osso, a serra ficou presa, porque não era tão afiada. Aí eles começaram na outra perna", complementou.

Leia também: Terrorismo, hooligans e neonazistas são as preocupações para a Copa de 2018

Chance de recuperação

O triatleta medalhista olímpico nos Jogos do Rio Henri Schoeman disse nas redes sociais que conversou com os médicos que atendem Gwala e que eles lhe informaram que 'serão capazes de salvar a perna que ficou mais lesionada, e que Gwala terá uma longa recuperação antes de pensar em voltar a competir'.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.