Tamanho do texto

Espanhol foi visto pela última vez em 2014, quando desapareceu no Parque Nacional do Teide; corpo foi encontrado em perfeito estado de conservação

Triatleta espanhol Victor Teni estava desaparecido desde o primeiro dia do ano de 2014
Reprodução
Triatleta espanhol Victor Teni estava desaparecido desde o primeiro dia do ano de 2014

Em 1º de janeiro de 2014, o triatleta Victor Teni, foi visto pela última vez e assim, dado como desaparecido. O espanhol, na época com 39 anos de idade, escalava o vulcão Teide, na ilha de Tenerife , que possui 3.718 metros de altitude e é o pico mais alto do país. Era uma tentativa de intenso treinamento para suas futuras competições.

LEIA TAMBÉM: Campeã mundial, "Barbie com músculos" segue passos de Schwarzenegger e Hulk

Nesta última semana, um viajante passava pela área e alertou o grupo de resgate sobre um possível corpo nas proximidades da montanha Bense, na encosta norte do vulcão . Após exames de reconhecimento, foi constatado pelo Instituto Médico Legal, de que o cadáver pertencia ao triatleta .

De acordo com o jornal local La Opinion , o corpo de Victor Teni estava mumificado por conta das baixas temperaturas do local. Com roupas esportivas, a temperatura conservou o corpo em perfeito estado mesmo após mais de três anos. Apesar da causa da morte não ter sido ainda concluída, estima-se de que grandes placas de gelo possam ter despencado sobre o homem.

LEIA TAMBÉM: "Neymar se dedica a irritar os rivais. É insuportável", dispara campeão mundial

Corpo do triatleta Victor Teni é resgatado do vulcão Teide, na ilha de Santa Cruz de Tenerife
Reprodução
Corpo do triatleta Victor Teni é resgatado do vulcão Teide, na ilha de Santa Cruz de Tenerife

A Guarda Civil ainda informou que o local era de difícil acesso e que teriam sido necessárias pelo menos duas horas para chegar até o resto mortal, que se encontrava atrás de uma grande pedra de lava. Por se tratar de uma área complicada, o resgate do corpo foi feito por um helicóptero e juntamente com a Unidade Militar de Emergência da ilha.

LEIA TAMBÉM: Ex-atriz pornô leva fora de jogador do Pittsburgh Steelers no Twitter; confira

2014

Para comemorar a entrada de 2014, Victor havia proposto a alguns amigos esportistas passar o primeiro dia do ano no Parque Nacional do Teide . Desde 2007, o local foi declarado patrimônio da humanidade pela Unesco, sendo também integrado como um dos doze tesouros da Espanha. No entanto, como os colegas não puderam comparecer, resolveu fazer o percurso sozinho.

O triatleta deu entrada no Parque às 13h do dia 1º e foi até a central de turismo, onde pegou chaves de um abrigo onde passaria a noite. Victor Teni deixou seu carro e saiu com uma marmita de jantar que havia sido feita por uma de suas irmãs. Provavelmente, ele nunca chegou ao local pretendido, já que foi encontrado com a posse da chave.