Tamanho do texto

Evento na modalidade street reuniu 75 meninas em São Bernardo do Campo

Brasileiro feminino de skate bateu recorde mundial de participantes
Flávio Perez/OnboardSports
Brasileiro feminino de skate bateu recorde mundial de participantes

O Campeonato Brasileiro de skate feminino de 2016 pode entrar para o Guinness Book - o Livro dos Recordes - como evento com maior número de skatistas juntas no planeta. A organização recebeu 75 inscrições de atletas do todo País, na pista do Parque da Juventude Cittá di Maróstica, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Crianças, adolescentes, amadoras e profissionais deram show de manobras em busca do troféu nacional.

E mais:  Mulheres ganham espaço no maior crescimento da história do skate no Brasil

''Para o skate brasileiro isso é uma grande vitória. É um marco entrar na história mundial. Para nós mulheres então é sem palavras, sem explicação, pois bater um recorde numa modalidade que era antes predominantemente masculina só mostra realmente que a mulher tem toda a força e potencial de fazer tudo que o homem faz'', disse Renata Paschini, organizadora do torneio que reuniu meninas dos estados de Amazonas, Maranhão, Ceará, Minas Gerais, Sergipe, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Skate, Edson Scander, disse que o mercado feminino da modalidade está em franco crescimento. ''Há um potencial econômico individual muito grande. Uma força feminina que está crescendo muito esses anos conseguindo vencer barreiras preconceitos. Então a tendência é só crescer'', comentou o dirigente.

Destaques do campeonato

A skatista Pâmela Rosa foi a grande destaque do Brasileiro feminino. A atleta, um dos maiores nomes da modalidade no mundo, venceu na categoria profissional. Karen Feitosa ficou em segundo e Jessica Florêncio em terceiro. ''Fico muito contente em ver que o skate feminino no Brasil está crescendo'', disse a campeã.

E mais:  Confira os 7 melhores lugares para se andar de skate ao redor do mundo

Pâmela Rosa em ação no Brasileiro feminino de skate
Flávio Perez/OnboardSports
Pâmela Rosa em ação no Brasileiro feminino de skate

''Vamos ver se a galera abre os olhos pra ver que a gente está correndo atrás dos nossos sonhos e quem sabe com esse evento a gente consiga mais coisas'', contou Jessica Florêncio, skatista com experiência internacional. Na categoria Amador, a vencedora foi Lais Prado. Já na Master, a campeã foi Georgia Fuzer.

Nova geração

Rayssa Leal, conhecida como "Fadinha do Skate" por causa de um vídeo que viralizou na Internet, levou o título do Infantil. A pequena de Imperatriz, no Maranhão, levou o público ao delírio com sua habilidade e carisma. Ela e as outras pequenas - Virginia Águas, Victoria Bassi e Nathaly da Silva - mostraram que a modalidade tem sua renovação. Os pais das crianças estavam presentes do começo ao fim. ''É o sonho que ela quer, a gente vai fazendo o possível e impossível pra poder levar ela nos campeonatos, além de poder estar andando com ela'', disse o pai de Rayssa, Aroldo Oliveira.

Você viu?  COI inclui surfe, caratê, beisebol, skate e escalada na Olimpíada de 2020

A gaúcha Ariadne Silveira foi a campeã na categoria Feminino 2 do skate, que contou com 32 skatistas. Ela foi ao evento com seu pai, Cristian Silveira, de Gravataí, no Rio Grande do Sul, para se tornar vencedora. ''O crescimento dela é incrível. A Ariadne tem 14 anos e na Olimpíada de Tóquio 2020 vai ter 18. Tenho fé nisso só vamos deixar pra ela pra evitar algum tipo de pressão'', disse o pai orgulhoso da façanha da filha.