Tamanho do texto

"Cheguei a pensar em desistir ainda no primeiro semestre", disse Ricardo Barguine, que se lesionou e quase não competiu

Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo
Divulgação / MF Models Assessoria
Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo

O fisiculturista carioca Ricardo Barguine segue imbatível no Brasil. No último final de semana, no sábado, o atleta faturou pentacampeonato brasileiro de Culturismo Clássico, garantindo uma vaga no Mundial da modalidade, que acontece em novembro deste ano, novamente na Tailândia.

Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo
Divulgação / MF Models Assessoria
Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo

"Estou muito feliz por me tornar pentacampeão brasileiro, não apenas porque foi inédito conquistar por cinco vezes consecutivas um título nacional na minha categoria, mas também porque foi um ano muito difícil para mim desde a minha volta do Mundial do ano passado. Cheguei a pensar em desistir ainda no primeiro semestre", conta Ricardo.

Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo
Divulgação / MF Models Assessoria
Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo

O título veio após o atleta superar uma lesão no tendão adutor da perna, com quase seis meses sem conseguir treinar quadríceps.

"Em julho, rompi o ligamento de um dedo da mão, o que me prejudicou também treinar outros grupos musculares. Isso ainda sem contar com a falta de patrocínio efetivamente, apesar de ter recebido apoio de algumas empresas, como a Highlab Nutrition, a Academia Rio Sport e a loja SNC Metropolitano", disse Ricardo Barguine

Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo
Divulgação / MF Models Assessoria
Ricardo Barguine é pentacampeão brasileiro de fisiculturismo

"Neste momento quero descansar por uns dias e pensar com calma sobre meu futuro nos palcos. Sou professor universitário e os custos de uma preparação para campeonatos importantes como o Brasileiro e o Mundial envolve cifras elevadas. Amo o que faço, mas meu futuro nas competições ainda depende de alguns fatores. Estou muito grato neste momento pelas mensagens de apoio e carinho que tenho recebido nas minhas redes sociais", completou.