Tamanho do texto

Prova do salto em altura foi uma das últimas do Mundial de Pequim e coroou o atleta mais irreverente da modalidade

Guowei Zhang, da China, comemora os saltos perfeitos com coreografias e danças
Patrick Smith/Getty Images
Guowei Zhang, da China, comemora os saltos perfeitos com coreografias e danças

O canadense Derek Drouin conquistou a medalha de ouro no salto em altura no Mundial de Atletismo neste domingo, realizado no estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, após vencer no desempate o ucraniano Bohdan Bodarenko e o chinês Guowei Zhang, em uma prova que durou mais de duas horas. 

Zhang, apesar do terceiro lugar, roubou a cena ao longo de toda a competição com seu estilo irreverente. A cada salto bem executado, o chinês misturava todo tipo de coreografia e de danças ainda no colchão que amortece a queda dos atletas. Uma das que chamaram mais atenção foi a de Daniel San, o personagem de Karatê Kid, trilogia que fez sucesso nos anos 80. Mas o estilo de Zhang já é conhecido no circuito.

Veja o estilo de Zhang na comemoração na prova do meeting de Oslo, em janeiro

Em Pequim, os três medalhistas fracassaram ao tentar o ultrapassar a marca de 2,36 metros, tanto em suas três tentativas regulares como na primeira do desempate. Então, a altura foi reduzida para 2,34 metros, que só foi superada por Drouin, com Bodarenko superando Zhang no desempate.

O medalhista de prata, Bohdan Bondarenko, da Ucrânia, Derek Drouin, do Canadá, dono do ouro, e Guowei Zhang, da China, que ficou com o bronze
Patrick Smith/Getty Images
O medalhista de prata, Bohdan Bondarenko, da Ucrânia, Derek Drouin, do Canadá, dono do ouro, e Guowei Zhang, da China, que ficou com o bronze


Foi o primeiro título de Mundial do canadense, que já conquistou na carreira em bronze em Moscou (2013) e também terminou os Jogos Olímpicos de 2012 na terceira posição. Recentemente, ele venceu os Jogos Pan-Americanos de Toronto, com um salto de 2,37 metros.

* com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.