Tamanho do texto

Brasileira da categoria -52 kg conquistou a primeira medalha do Brasil no Mundial de judô depois de semifinal incrível

Erika Miranda foi bronze no Mundial de Astana na categoria -52 kg
Atsushi Tomura/Getty Images
Erika Miranda foi bronze no Mundial de Astana na categoria -52 kg

Érika Miranda conquistou a primeira medalha do Brasil no Mundial de judô de Astana, no Cazaquistão. Na manhã desta terça-feira, a brasiliense superou a italiana Odette Giuffrida na disputa pelo bronze e venceu por shidô. A judoca poderia ter disputado o ouro se na semifinal tivesse evitado um golpe da japonesa Misato Nakamura no último segundo. 

Érika vencia a luta por uma punição e iria para final, mas no último instante da luta, a japonesa conseguiu um wazari e superou a brasileira. Foi a quinta derrota de Érika para Nakamura em cinco encontro entre as duas atletas. 

Até chegar à semifinal, Érika superou a armênia Zhanna Stankevich, a cazaque Lenariya Mingazova e a bielorrussa Darya Skrypnik. Contra a primeira, ela venceu com dois wazaris e ippon. A vitória veio com um estrangulamento contra as outras duas. Algoz de Érika, Nakamura ficou com o ouro da categoria ao vencer a romena Andreea Chitu por shidô na decisão.

Entre os homens, o paulista Charles Chibana, da categoria -66kg, foi eliminado logo na primeira luta. Ele perdeu para o chinês Ma Duabin por ippon. 

Erika Miranda (a segunda, da direita para a direita) levou a medalha de bronze no Mundial de Astana
EFE/Maxim Shipenkov
Erika Miranda (a segunda, da direita para a direita) levou a medalha de bronze no Mundial de Astana


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.