iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

27/12 - 23:42

Mães-corujas viram exemplo e incentivam crianças a correr

Mulheres que já disputaram a Corrida Internacional de São Silvestre incentivaram filhos a correr a São Silvestrinha nesta segunda

Gazeta Esportiva

Uma camisa verde-limão do Palmeiras e os pés descalços chamavam atenção respectivamente para Gustavo de Sousa Santos e Hayaorana Martiniano em meio ao enorme grupo de crianças que disputaram a prova de 50m da 17ª edição da São Silvestrinha, na tarde desta segunda-feira.

Os dois, que se destacaram em suas baterias, foram ao Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) acompanhados por suas mães-corujas, de quem herdaram o gosto por correr: ambas já estiveram mais de uma vez entre as fileiras da Corrida Internacional de São Silvestre.

"Coloco essa camisa (terceiro uniforme do Palmeiras) nele porque dá para ver de longe", brincou Cleide Almeida, mãe do palmeirense Gustavo, de seis anos. "A gente não obriga nada, só incentiva, já que ele mesmo diz que quer participar. Tem criança que fica só no videogame, mas ele gosta de jogar bola, de correr...".

Enquanto Cleide comentava orgulhosa sobre a disposição de seu filho e seus dois sobrinhos, a recifense Rozinete Martiniano aguardava para mostrar que sua filha, mesmo correndo sem calçados, também tinha liderado o pelotão de meninas de sete anos na nova pista do COTP.

"Ela está correndo descalça porque gosta. E eu deixei porque a pista é sintética, mas não quero acostumá-la a correr assim. Eu corria sem tênis e precisei passar por cirurgia. Além disso, ela arrancou o 'tampão' do dedo do pé enquanto estava se aquecendo", justificou a comerciante.

Tanto Cleide quanto Rozinete prometem levar seus filhos em edições futuras da prova, cuja idade limite é 15 anos. "Quero mostrar que isso é uma coisa boa, que o esporte é bom para a vida dela", acrescentou a corredora do Recife, que em 2010 correrá sua terceira São Silvestre.

A São Silvestrinha foi disputada por cerca de 1,2 mil crianças e jovens, entre seis e 15 anos, de 15 cidades diferentes. Apenas as provas de 400m (distância mais longa do evento, que reuniu competidores de 14 e 15 anos, no masculino e feminino) tiveram tempo e premiação em pódio.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias