iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

17/12 - 08:49

Revezamento brasileiro vai à final com recorde em Dubai

Equipe feminina nadou abaixo da marca sul-americana. Henrique Rodrigues passou à final nos 200m medley

iG São Paulo

A natação brasileira garantiu classificação para mais duas finais no Campeonato Mundial de natação em piscina curta (25 metros), realizado em Dubai. Na manhã desta sexta-feira, Henrique Rodrigues avançou nos 200 metros medley e a equipe feminina garantiu presença na disputa de medalha no revezamento 4x100 metros medley.

O time do revezamento, formado por Fabíola Molina, Tatiana Sakemi, Daniele Jesus e Tatiana Lemos, se classificou para a final com o tempo de 3min59s92. Assim, quebrou um recorde sul-americano que vigorava desde 2004. O tempo foi o oitavo melhor das eliminatórias. A equipe da China foi a melhor das eliminatórias, nadando em 3min50s69 e batendo o recorde do campeonato.

Satiro Sodré/Divulgação CBDA
Festa da equipe feminina do revezamento 4x100m medley no Mundial


Henrique Rodrigues passou para a final dos 400 metros medley com o terceiro melhor tempo (1min53s96). O brasileiro foi mais lento apenas do que o norte-americano Ryan Lochte (1min53s36), recordista mundial da prova, e que o alemão Markus Rogan (1min53s39). Já Diogo Yabe foi eliminado ao marcar apenas o 23º melhor tempo.

"Minha meta hoje a noite é o recorde sul-americano (1min52s72). A eliminatória me animou bastante e está dentro do que eu esperava. Entrei na prova dos 400m medley no primeiro dia só pra quebrar o gelo. Agora chegou a hora", afirmou, confiante na possibilidade de conquistar uma medalha. Rodrigues foi o 16º nos 400m quatro estilos no Mundial em Dubai.

Glauber Silva e Nicolas Santos avançaram às semifinais dos 50 metros borboleta com o terceiro, 22s85, e o quarto melhor tempo, 22s87, respectivamente. Apenas o venezuelano Albert Subirats (22s79) e o queniano Jason Dunford (22s80) foram mais rápidos do que os nadadores brasileiros.

Glauber e Nicolas estão confiantes para a sequência do campeonato. "O tempo que eu realmente quero fazer é a senha da minha mala de viagem. Não vou abrir, mas digo que estou bem perto dele", disse Glauber. "Não dormi bem esta noite e nas eliminatórias a gente sempre tenta se preservar um pouco. Hoje a tarde já vou me concentrar mais e quero fazer um tempo bem mais baixo", comentou Nicolas.

Já Guilherme Guido se classificou para a semifinal dos 50 metros costas com o tempo de 23s88. Nas eliminatórias, o russo Stanislav Donets quebrou o recorde do campeonato, com o tempo de 23s24.

Tatiana Sakemi, 26ª nos 100 metros peito, Lucas Kanieski, 23º nos 400 metros livre, e Felipe Silva e Tales Cerdeira, 9º e 26º nos 200 metros peito respectivamente, foram eliminados. A prova classificatória dos 200 metros peito registraram a quebra do recorde do campeonato pelo húngaro Daniel Gyurta, com o tempo de 2min04s46.

Satiro Sodré/Divulgação CBDA
Tatiana Sakemi foi para final no revezamento, mas acabou eliminada nos 100m peito em Dubai

Cielo é favorito ao ouro
Campeão olímpico e mundial, César Cielo pode conquistar o primeiro ouro para o Brasil na piscina curta em Dubai nesta tarde. Ele disputa a final dos 50m livre e, com 20s61, é dono da melhor tempo e dos recordes sul-americano e do campeonato.

As finais do revezamento 4x100m medley para mulheres, com a equipe feminina, e dos 200m medley, com Henrique Rodrigues, também serão nesta tarde.

Além disso, o Brasil vai para a piscina nos Emirados Árabes com as semifinais de Guilherme Guido e Nicolas Santos e Glauber Silva. As provas que decidem as finais e as medalhas começam às 13h (horário de Brasília).

*com Agência Estado


Leia mais sobre: natação Campeonato Mundial revezamento Henrique Rodrigues

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Satiro Sodré/Divulgação CBDA

natação_henrique_rodrigues_200m_medley

Henrique Rodrigues
Brasileiro larga na eliminatória dos 200m medley e consegue tempo para chegar à final da prova

Topo
Contador de notícias