iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

28/10 - 14:39

Volta Ciclística de São Paulo favorece Brasil para Londres 2012

"Conseguimos somar importantes pontos, que ajudarão nossos ciclistas a garantir boa posição e definir a ida para os Jogos Olímpicos", celebrou o presidente da CBC

Gazeta Esportiva

Primeira prova válida pelo ranking continental que classificará ciclistas das Américas para Londres 2012, o Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo ajudou o Brasil a se posicionar entre os mais bem colocados. Os ciclistas nacionais dominaram a pontuação considerada pela UCI (União Ciclística Internacional) - os três primeiros de cada etapa e o líder geral a cada fase e os oito primeiros colocados na classificação final individual.

O Tour do Brasil distribuiu total de 321 pontos para o ranking. O Brasil ficou com 219 (68%) e os estrangeiros com 102 (32%), divididos entre Argentina (67), Uruguai (14), Chile (8), Nova Zelândia (8) e Alemanha (5). O vencedor da etapa soma 8 pontos, o segundo colocado 5 e o terceiro 3. A cada etapa, o camisa amarela acrescenta mais 4 pontos no ranking. No final, os oito melhores recebem pontos de 40 (campeão) a 3 para o oitavo.

Na classificação do Tour do Brasil, os primeiros sete ciclistas são brasileiros. Apenas o oitavo colocado é argentino, Edgardo Simon, que compete pela equipe de Pindamonhangaba. No quesito camisa amarela, Flávio Santos Cardoso, também da equipe do Vale do Paraíba, liderou por 6 etapas e somou mais 24 pontos. Entre os brasileiros, os maiores pontuadores foram o campeão Gregolry Panizo, com 52 pontos (40 pelo título, 8 pela vitória na oitava etapa e 4 pela camisa de líder na penúltima etapa), e Flávio Santos Cardoso e Magno Nazaret, ambos com 38 pontos. Entre os estrangeiros o grande destaque foi, sem dúvida, o argentino Simon que somou 33 pontos para seu país.

"O resultado final da Volta não poderia ser melhor. Conseguimos somar importantes pontos e ainda teremos até agosto de 2011 mais seis provas no país válidas pelo ranking, que ajudarão nossos ciclistas a garantir boa posição na classificação das Américas, que definirá a ida para os Jogos Olímpicos de Londres", afirmou Luís Vasconcellos, presidente da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo).

As provas que somarão pontos no ranking das Américas, todas em 2011, serão o Giro do Interior de São Paulo (14 a 18 de março), Volta Ciclística de Gravataí (13 a 17 de abril), Tour de Santa Catarina (20 a 24 de abril), Volta Ciclística do Paraná (1 a 5 de junho), 9 de Julho (9 de julho) e Tour do Rio (27 a 31 de julho).

Os dois primeiros países do ranking continental desta temporada - entre outubro de 2010 e agosto de 2011 - garantem três ciclistas nas Olimpíadas. O terceiro e quarto países levarão dois atletas para a maior disputa do esporte mundial. O Brasil encerrou o ranking de 2009/10 na quinta posição, atrás da campeã Colômbia, Venezuela, Estados Unidos e Canadá.

Grande visibilidade para o ciclismo
Como já é tradição, o Tour do Brasil é o evento que traz maior visibilidade para o ciclismo no ano. Durante 10 dias, todos os programas jornalísticos de televisão mostraram detalhes das equipes, personagens e imagens da competição, que percorreu quase 1.500 quilômetros por 55 cidades do estado do São Paulo.

"A sétima edição mostrou que o Tour do Brasil está consolidado. Temos hoje várias cidades pleiteando ser sede para 2011 e também patrocinadores identificados com o ciclismo que já nos acompanham há vários anos", contou Thadeus Kassabian, diretor da Yescom, empresa organizadora do evento.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias