iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

14/09 - 14:41

Mundial Feminino de Handebol tem cidades-sede oficializadas
O prefeito de Brusque, Paulo Eccel, onde o anúncio foi feito, afirmou que a cidade se sente orgulhosa de ser uma das sedes

Gazeta Esportiva

Na manhã desta terça-feira, foram oficializadas as cidades-sede do Mundial Feminino de Handebol, que será realizado em Santa Catarina em 2011. Balneário Camoriú, Brusque, Florianópolis, Joinville e São José receberão os jogos da competição que envolverá 24 países dos cinco continentes.

O prefeito de Brusque, Paulo Eccel, onde o anúncio foi feito, afirmou que a cidade se sente orgulhosa de ser uma das sedes. "Desde o início achei a ideia de receber o Mundial bastante sedutora e, para nossa alegria e satisfação, temos a confirmação de Brusque como uma das sedes do campeonato. Sabemos que isso exigirá muito de todos nós, mas estabelecemos os objetivos para que nossa cidade, nosso estado e nosso país possam respirar esporte, que é uma ótima fonte de saúde", ressaltou.

Já Valdir Walendowsky, secretário de Turismo, Cultura e Esporte, avisou que fará de tudo para trazer outros eventos ao Estado. "Temos que trabalhar cada vez mais para que Santa Catarina possa atrair novos eventos como esse, já que turismo, esporte e cultura são fatores de desenvolvimento do estado", explicou.

Manoel Luiz Oliveira, presidente da Confederação Brasileira de Handebol, destacou que será a primeira vez que um Mundial será disputado nas Américas e confirma que o Brasil não deve nada às últimas sedes, França e China. "É também a maior responsabilidade já comprometida por um país das Américas. Temos certeza que esse será o evento de mais alta importância e não queremos fazer mais um e, sim, o melhor Campeonato Mundial", projetou.

"Não tivemos dificuldades em trazer o campeonato para Santa Catarina pelo momento político, econômico e social ímpar que o país está vivendo, além do grande apelo do estado, que tem as melhores arenas do país, atrativos naturais e força na modalidade. E, claro, porque contamos como abertura e vontade política do estado, que são muito importantes nesse processo", completou.

A realização do Mundial Feminino de Handebol em Santa Catarina vai custar R$ 12 milhões, verba oriunda do Ministério do Esporte, do Governo do Estado, das prefeituras das cidades-sede, da CBHb, e de algumas empresas privadas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias