iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

21/11 - 17:59

Brasil vence Montenegro e se prepara para pegar França no handebol

Time comandado pelo técnico dinamarquês Morten Soubak se prepara para enfrentar as donas da casa

Gazeta Esportiva

PARIS (França) - O Brasil fez sua segunda partida no Torneio da França de handebol feminino na tarde deste sábado. Depois de vencer Portugal na última sexta-feira, a seleção feminina bateu Montenegro por 28 a 20. Agora, o time comandado pelo técnico dinamarquês Morten Soubak se prepara para enfrentar as donas da casa.

"Mais uma vez, fiquei bem satisfeito hoje com o resultado e com o jeito que conseguimos controlar o jogo todo. A nossa defesa nos primeiros 20 minutos foi muito boa e ajudou bastante no placar", disse o treinador, que elogiou as goleiras Darly, Mayssa e Bárbara e admitiu a queda de rendimento da equipe na segunda etapa.

"No segundo tempo, caiu o nível técnico e tático e também um pouco da concentração. Com isso, esperei que elas chegassem mais perto da gente ou até mesmo passassem à frente. Mas recuperamos, voltamos a fazer gols e conseguimos afastar a aproximação delas no placar", explicou Soubak.

A seleção brasileira se despede da competição às 11h30 (de Brasília) deste domingo no confronto diante da França, principal foco de Morten Soubak no torneio. Contra o time europeu, o treinador quer fazer observações visando o Mundial que será disputado na China entre os dias 5 e 20 de dezembro.

"A França é o nosso primeiro adversário no Mundial e, com certeza, será um jogo totalmente diferente dos que já fizemos aqui. Estamos na casa delas e a torcida faz um barulho muito grande", disse o comandante. Na véspera do jogo, ele pede que as jogadoras não se deixem influenciar pelos fatores extra-quadra.

"Teremos um grande desafio e a questão não pode ser nada do que envolve a partida, do que está do lado de fora da quadra. A questão é como ganhar da França. Elas são muito fortes fisicamente e a goleira está muito bem. Mas nós também estamos em um bom momento e vamos atrás da vitória", disse.

Apesar de destacar o Mundial, Soubak lembra que o jogo pode não refletir o que as duas seleções apresentarão na China. "Pode ser que elas escondam a parte tática e nós, também. Na verdade, o resultado de amanhã não vale tanta coisa, mas o primeiro jogo do Mundial vale muito", concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias