iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

08/10 - 08:10

Membro do COI lamenta críticas do prefeito de Tóquio a Rio 2016

Prefeito disse que, por trás de cada voto dos membros do COI, há "movimentos políticos" e afirmou que o Rio venceu por "razões políticas obscuras"

Redação iG Esporte e EFE


TÓQUIO (Japão) - O vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o japonês Chiharu Igaya, pediu desculpas pelos comentários do prefeito de Tóquio, Shintaro Ishihara, contra a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, informou nesta quinta-feira a agência Kyodo.

Igaya apresentou suas desculpas ao presidente do COI, o belga Jacques Rogge, além de ao presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, e ao brasileiro João Havelange, ex-presidente da Fifa.

O prefeito de Tóquio, cidade que também era candidata a sede olímpica em 2016, disse no domingo que, por trás de cada voto dos membros do COI, há "movimentos políticos" e afirmou que o Rio de Janeiro venceu por "razões políticas obscuras".

Além disso, Ishihara acusou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter prometido a compra de aviões militares franceses para atrair o voto de alguns eleitores do COI e de ter feito "promessas encantadoras" aos países africanos.

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016 manifestou ontem sua rejeição às declarações do governador e prefeito de Tóquio e as definiu como "inapropriadas e sem elegância".

"Além de lamentáveis, essas declarações são contra as regras determinadas pelo COI", acrescentava a mensagem brasileira.

O Rio de Janeiro foi escolhido como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 na sexta-feira passada, em Copenhague, em uma votação do COI na qual a cidade venceu Chicago, Tóquio e Madri, eliminadas nesta ordem.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Getty Images

us Shintaro Ishihara

Shintaro Ishihara
Prefeito de Tóquio acompanhou a escolha da sede em Copenhague e viu a vitória do Rio

Topo
Contador de notícias