iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

31/08 - 08:50

Após fiasco, CBJ alega que Mundial foi marcado por "zebras"

Daniel Hernanes, Sarah Menezes e Rafaela Silva foram os melhores brasileiros no Mundial, todos com a quinta colocação

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva


ROTERDÃ (Holanda) - A seleção brasileira de judô chegou ao Mundial de Roterdã tentando repetir o sucesso do Rio de Janeiro, porém deixou a cidade europeia com um saldo negativo na bagagem: nenhuma medalha foi conquistada. O resultado, em todo caso, não chega a preocupar a confederação nacional da modalidade (CBJ), que argumentou que atletas de todo o mundo ficaram longe de fazer valer o favoritismo na competição.

Conforme lembra a entidade em matéria publicada em seu site oficial, 32 dos 56 judocas que subiram ao pódio nas Olimpíadas de Pequim estiveram presentes em Roterdã, porém eles ganharam apenas 11 medalhas. Nesse contexto, apenas a peso pesado chinesa Tong Wen conseguiu revalidar no Mundial o ouro colocado sobre o peito diante da torcida em 2008 - na comparação com o mesmo evento disputado no Brasil em 2007, somente o sul-coreano Ki-Chun Wang (categoria até 73 quilos) e o francês Teddy Riner (até 100 kg) ficaram novamente com o primeiro lugar.

Mas o que todas essas estatísticas têm relação com o Brasil? Na realidade, a CBJ quer mostrar que não apenas os representantes nacionais deixaram de confirmar o histórico positivo. Do Rio de Janeiro, o país havia saído com três campeões mundiais - Thiago Camilo, Luciano Corrêa e João Derly - e um medalhista de bronze - João Gabriel Schlittler; em Roterdã, os melhores resultados vieram com os quintos lugares de Sarah Menezes, Rafaela Silva e Daniel Hernandes.

Reuters
Daniel Hernanes na derrota para Marius Paskevicius, da Lituânia, no Mundial de Judô


Leia mais sobre: Mundial de Judô Daniel Hernanes Sarah Menezes Rafaela Silva judô

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

us sarah menezes

Sarah Menezes
Judoca chegou até a repescagem logo no primeiro dia do Mundial, mas perdeu o bronze

Topo
Contador de notícias