iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

21/07 - 17:18

Algoz de Ketleyn, Rafaela só quer mostrar trabalho
"Ocupar a vaga que era da Ketleyn é uma responsabilidade, mas estou preocupada apenas em treinar mais e mostrar o meu judô"

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Responsável por tirar Ketleyn Quadros do Mundial de Roterdã, em agosto, a judoca Rafaela Silva procura não pensar no feito. Nascida na "Cidade de Deus" e membro de um projeto social comandado por Flávio Canto, a lutadora quer apenas mostrar seu trabalho na disputa. "Ocupar a vaga que era da Ketleyn é uma responsabilidade, mas estou preocupada apenas em treinar mais e mostrar o meu judô", afirmou a atleta, de 17 anos.

Campeã mundial júnior em 2008, Rafaela desbancou a primeira mulher medalhista olímpica do Brasil em esportes individuais com os títulos nas Copas do Mundo de Madrid e Belo Horizonte este ano.

"Sabia que competir bem no exterior faria diferença para garantir a vaga para o Mundial. Achei até que seria mais difícil, já que sou jovem e não conheço tanto as atletas do meu peso", completou.

Outra cara nova na delegação brasileira é a do meio-médio Nacif Elias, de 20 anos, que ironicamente deixou Canto de fora do Mundial. "Sei que no Mundial vou ter que entrar com muita concentração para surpreender e não ser surpreendido", comentou o capixaba.

"Depois da medalha no Grand Slam do Rio não acredito que seja mais um atleta completamente desconhecido. Fico feliz que a CBJ apostou na renovação", afirmou o judoca.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias