iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

29/05/2009 - 12:52

Em junho, Pantanal Bowl será primeiro torneio "full pad" no Brasil

Modalidade mais popular no país ainda é o flag, mas facilidade de acesso à compra de equipamentos ajuda a popularizar a versão tradicional do esporte

Levi Guimarães, especial para o iG Esporte

SÃO PAULO - Com data marcada para os dias 11, 12 e 13 de junho, durante o feriado de Corpus Christi, a terceira edição do Pantanal Bowl será a primeira competição de futebol americano da modalidade tackle full pad entre times brasileiros. Antes, apenas o torneio entre seleções estaduais foi disputado com todos os equipamentos característicos da NFL, a liga profissional dos Estados Unidos.

Divulgação
Partida do Pantanal Bowl: atletas ainda sem todos os equipamentos de proteção

O próprio Pantanal Bowl, nas duas primeiras edições, foi disputado na modalidade tackle, sem contar, no entanto, com capacetes e outros equipamentos. Mas o que significam termos como “tackle” e “full pad”? E quais, afinal, são as diferenças em relação ao “flag”?

“No Brasil hoje existem três modalidades de futebol americano sendo praticadas: grama, areia e flag”, explica Rodrigo Hermida, vice-diretor executivo da AFAB.

Divulgação
Brasil e Uruguai fazem jogo "full pad"
Contudo, dentro dessas três modalidades, ainda existem outras divisões. No futebol americano disputado na grama, conhecido como tackle, os jogadores podem jogar com todos os equipamentos de proteção, incluindo capacetes, ou com apenas algumas das proteções. A primeira opção é o que determina a categoria full pad. Na segunda, algumas regras “amenizam” o contato entre os atletas para evitar lesões.

Já na modalidade flag, o material usado pelos atletas não inclui nenhuma dessas peças de proteção. Pelo contrário, eles usam basicamente o mesmo uniforme que um jogador de futebol: chuteira, meiões, calção e camiseta.

Essa diferença, claro, é consequência direta das diferenças de regras entre as modalidades. A principal delas, a falta de contato da defesa com o jogador que tem o domínio da bola. Enquanto no tackle existe o contato direto com o adversário para impedir o avanço do ataque, no flag os defensores buscam arrancar uma fita presa à cintura do jogador rival para parar a jogada.

Levi Guimarães
Modalidade "flag": repare nas fitas presas ao calção em treino no Ibirapuera, em SP

Pela facilidade de exigir poucos equipamentos, o flag ainda é a modalidade mais praticada no Brasil, e principalmente em São Paulo. Mas com o crescimento do esporte no Brasil, a tendência é que cada vez mais times se equipem para disputar a modalidade full pad, principalmente por conta da maior facilidade de acesso a esses equipamentos.

“Até dois anos atrás, era surreal pensar em comprar um capacete ou um shoulder pad [protetor de ombro]. Hoje existem empresas estabelecidas e legais, dentro do país, como fornecedores e representantes oficiais de marcas relevantes”, afirma Daniel Miura, da LPFA. E completa: “Naturalmente, a Liga tem que acompanhar esta evolução, passando a cuidar das duas modalidades”.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

corinthians futebol americano

Treino no Corinthians
Garotada da escolhinha do clube também foi introduzida no mundo do futebol americano

Topo
Contador de notícias