iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

02/02 - 16:09

Judocas brasileiros embarcam nesta quarta-feira para França

País é palco do Grand Slam de Paris, primeiro torneio do novo circuito mundial da Federação Internacional de Judô

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Nesta quarta-feira, os principais nomes do judô nacional embarcam para a França, palco do Grand Slam de Paris, primeiro torneio do novo circuito mundial da Federação Internacional de Judô. Com o novo sistema de classificação olímpico, a disputa por uma vaga em Londres já está em jogo.

Os judocas Sarah Menezes (-48kg), Daniela Polzin (-48kg), Ketleyn Quadros (-52kg), Camila Minakawa (-63kg), Hugo Pessanha (-90kg) e Luciano Correa (-100kg) entram na briga pela classificação para os Jogos Olímpicos de 2012 a partir do próximo final de semana.

Diferente dos outros Jogos, quando a disputa começava apenas dois anos antes da competição e a vaga era do país, na Olimpíada de 2012 é o atleta que se classifica. O Grand Slam de Paris distribui 300 pontos para o campeão, 180 pela medalha de prata e 120 para o bronze.

"Ficou mais puxado, mas embarco motivada e acredito que cada atleta tem que aproveitar ao máximo todas as oportunidades para pontuar no ranking. O ano de 2008 foi maravilhoso, mas para garantir presença em outra Olimpíada, será preciso ter muita concentração, pois toda luta será importante", diz Ketleyn Quadros, bronze em Pequim.

Com a vaga nominal ao atleta, será necessário dar volume de competição para que os judocas pontuem no ranking mundial. Em 30 de abril de 2012, serão conhecidos os 22 homens e 14 mulheres em cada uma das 14 categorias de peso (sete femininas, sete masculinas) classificados aos Jogos, levando em conta o limite de um por país. Caso haja dois representantes da mesma nação, cabe à Confederação Nacional designar um competidor para os Jogos.

A esses 252 atletas, se juntarão os 14 do país sede, 20 convidados da Federação Internacional e outros 100 atletas classificados através de um ranking único (de gênero e categoria) de cada união continental. Na Pan-América, são 21 vagas, 13 no masculino e 8 no feminino, respeitando-se o máximo de dois indicados por categoria e um por país entre homens e mulheres.

O ano do judô mundial agora termina no dia 30 de abril. Assim, o primeiro "ano" de disputa vai de 1 de janeiro de 2009 a 30 de abril de 2009. O segundo "ano" vai de 1 de maio de 2009 a 30 de abril de 2010. O terceiro começa em 1 de maio de 2010 e termina em 30 de abril de 2011 e o último vai de 1 de maio de 2011 a 30 de abril de 2012.

Apenas os campeonatos mundiais, Masters, Grand Slams, Grand Prix, Copas do Mundo e campeonatos continentais disputados nesse período contam pontos para a lista final. No ranking de 2012, os pontos conquistados no primeiro ano serão desvalorizados em 75%. Ou seja, quem marcou 100 pontos até maio de 2009 terá apenas 25 pontos em abril de 2012. Os pontos do segundo ano valerão 50%, os do terceiro ano, 75% e os do último ano terão seu peso integral de 100%.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias