Tamanho do texto

Após a vitória de Wladimir, o irmão Vitali tenta ser o segundo da família a derrotar o ex-campeão da AMB

AP
Haye (à esq.) foi derrotado por Wladimir Klitschko
Na semana passada, Wladimir Klitschko se confirmou como o principal nome dos pesos pesados do boxe ao derrotar David Haye por pontos e unificar quatro cinturões da categoria. Agora, chegou a vez de seu irmão Vitali começar uma nova onda de polêmicas contra o britânico, pedindo para enfrentá-lo devido às provocações fora do ringue.

“Era o homem mais feliz do mundo após a vitória do meu irmão. Só fiquei triste porque ele não o mandou para o chão. Isso não aconteceu porque fica difícil quando a outra pessoa só fica correndo. Se tiver chance de fazer isso, farei”, ressaltou Vitali em entrevista à BBC.

“Ele me citou com palavras ruins. Mesmo não tendo título, já tenho intenção de enfrentá-lo. Minha grande motivação será mandá-lo para o chão”, completou o ucraniano, atual campeão do Conselho Mundial de Boxe.

Wladimir Klitschko e David Haye protagonizaram uma série de polêmicas antes do combate em Hamburgo no início do mês. Além de chamá-lo de robô, o britânico fez uma série de provocações ao irmão de Vitali. Porém, acabou superado em uma luta bastante disputada.

Enquanto não tem adversário definido, Haye se defende da atuação na última luta. O atleta culpa uma fratura no dedão pé pela derrota e pede por uma revanche contra Wladimir. Vitali, por sua vez, tem combate marcado contra o polonês Tomasz Adamek em setembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.