Tamanho do texto

Invicto desde 2009, o norte-americano Anthony Johnson afirma ser melhor que o Vitor em todos os sentidos

No início da semana, a organização do UFC oficializou o combate entre Vitor Belfort e Anthony Johnson, para o dia 14 de janeiro, no retorno do evento ao Rio de Janeiro . Já no clima da luta, o norte-americano adotou a tática de seu compatriota Chael Sonnen - que adora provocar os brasileiros - e alfinetou Belfort.

Veja também: Dana White oficializa UFC Rio II em janeiro com Aldo protagonista

“Ele não é capaz de fazer nada além do que eu sou capaz. Tudo que eu sei é que vou vencer”, afirmou o lutador ao site “MMA Fighting”. “Esse duelo vai determinar quem é o cara no fim do dia. Ele é rápido, eu sou rápido. Ele é forte, eu sou forte”, analisou o atleta, de 27 anos, que não sofre uma derrota desde 2009.

Leia também: Rival de José Aldo vira vascaíno e deve enfrentar o campeão no Rio

Com dez vitórias e três derrotas no cartel, Johnson tentará atrapalhar os planos do brasileiro, que após sofrer o nocaute para Anderson Silva, em fevereiro, se recuperou diante do japonês Yoshihiro Akiyama, em agosto , e busca uma revanche contra o “Spider”.

Com uma sequência de socos no solo, Vitor Belfort deixou o japonês desacordado e, agora, terá Anthony Johnson pela frente
Divulgação
Com uma sequência de socos no solo, Vitor Belfort deixou o japonês desacordado e, agora, terá Anthony Johnson pela frente
“Será minha primeira luta no Brasil e me sinto bem em relação a isso. Acredito que eu posso fazer melhor tudo que ele pensa. Esse combate foi bem casado pelos organizadores, pois qualquer um dos dois poderá ser derrubado. Então, vamos ver quem tem mais coração”, revelou Anthony.

E ainda: Cigano treina em Salvador e é idolatrado em show de axé. Assista

O confronto entre Belfort e Johnson no peso-médio, até 84 kg, será o primeiro do norte-americano na categoria. Em seus duelos anteriores, o estadunidense competia até 77 kg. No mesmo evento, no Rio, o campeão José Aldo colocará seu cinturão em jogo contra Chad Mendes . O amazonense voltará ao octógono pouco depois de defender o cinturão contra Kenny Florian.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.