Tamanho do texto

Catarinense Vitor Miranda quase é finalizado, mas se recupera e abre card preliminar com vitória sobre Jake Collier


O UFC Barueri começou bem para o Brasil. Finalista da terceira edição do TUF, Vitor Miranda conseguiu uma bela virada sobre o americano Jake Collier, levando o público do Ginásio José Corrêa ao delírio, na abertura do card preliminar do último evento do Ultimate em 2014.

Conhecido como “Lex Luthor”, Vitor contou com o apoio da torcida desde que seu nome apareceu no telão do Ginásio. Para o rival, o público disparava o famoso “Uh, vai morrer”. Mas foi Collier quem ficou perto de vencer a luta no início.

O americano levou o brasileiro ao chão e buscou a finalização. O catarinense foi resistente e reagiu quando se levantou. Encaixou um chutaço de direita, aplicou uma sequência de socos e derrubou seu oponente. Coube ao juiz interromper a luta e decretar a vitória de Vitor Miranda, quando restava apenas um segundo para o fim do primeiro round.

Este foi o primeiro êxito do catarinense, que foi derrotado por Antonio Cara de Sapato na inal do TUF, em evento realizado em maio, em São Paulo.

Lyoto perde em decisão dividida

Já na segunda luta da noite, Márcio Lyoto não se deu bem e saiu bastante castigado pelo americano Tim Means. O brasileiro não tomou a iniciativa da luta no primeiro round e até foi alvo de provocações do rival.

No segundo, encaixou um bom chute, derrubou Means, mas não conseguiu o nocaute, mesmo com o calor da torcida. Já no terceiro, foi castigado com sequências de socos e cansou. No fim, decisão dividida dos juízes e vitória para o americano, que ainda provocou a torcida brasileira. Marcio Lyoto deixou o octógono sangrando bastante e contabilizou sua segunda derrota no UFC.

Issa finaliza japonês

Especialista no jiu-jitsu, Leandro Issa conseguiu sua segunda vitória no UFC. O lutador nascido em Ubatuba, litoral de São Paulo, conseguiu finalizar o japonês Ulka Sasaki com um esgana-galo no segundo round.

Hacran e estreante também vencem
Ainda pelo card preliminar, outros dois brasileiros fizeram a torcida vibrar em Barueri. Primeiro foi Hacran Dias, da Nova União, que precisou dos três rounds e da decisão dividida dos juízes para vencer o experiente americano Darren Elkins, pelos pesos-penas. Esta foi a segunda vitória de Hacran no UFC, contra duas derrotas. Um dos seus técnicos nesta noite foi o campeão dos penas, José Aldo, que também faz parte da Nova União.

Já o carioca Renato Carneiro fez a estreia dos sonhos. Soube usar bem o jogo em pé e a luta no chão. No segundo round da luta contra o finlandês Tom Ninimaki, o brasileiro mandou um cruzado de esquerda em cheio na cabeça do rival, pegou as costas rapidamente e finalizou com um mata-leão. Ninimaki deu os três tapinhas e Carneiro estreou com vitória em sua trajetória no UFC.

Marcos Pezão encerra card quase perfeito para o Brasil
Semifinalista do TUF Brasil 3, Marcos Pezão conseguiu sua segunda vitória no UFC, a segunda por nocaute no primeiro round e os lutadores do Brasil fecharam o card preliminar com cinco vitórias e apenas uma derrota.

O duelo contra o experiente croata Igor Pokrajac foi franco na luta em pé. O lutador paulista acertou um cruzado de esquerda e derrubou seu rival. Com o croata no chão, Pezão disparou socos e o árbitro Fernando Yamazaki, irmão de Mário Yamazaki, paralisou a luta, mas Pokrajac ainda estava com a guarda fechada e ficou indignado. Via Twitter, o presidente do UFC, Dana White, rapidamente se mostrou contra a decisão do árbitro brasileiro.

Card principal
Peso-médio: Lyoto Machida x CB Dollaway
Peso-galo: Renan Barão x Mitch Gagnon
Peso-meio-pesado: Antônio Cara de Sapato x Patrick Cummins
Peso-leve: Elias Silvério x Rashid Magomedov
Peso-meio-médio: Erick Silva x Mike Rhodes
Peso-médio: Daniel Sarafian x Junior Alpha

Card preliminar
Peso-meio-pesado: Marcos Pezão venceu Igor Pokrajac por nocaute no primeiro round
Peso-pena: Renato Moicano venceu Tom Niinimaki por finalização no segundo round
Peso-pena: Hacran Dias venceu Darren Elkins em divisão dividida dos juízes
Peso-galo: Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização no segundo round
Peso-meio-médio: Tim Means venceu Marcio Lyoto em decisão dividida dos juízes
Peso-médio: Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute no primeiro round

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.