Tamanho do texto

Maurício Rua afirma que UFC Rio mudará percepção do esporte no Brasil e que só pensa em Forrest Griffin

O brasileiro Maurício Shogun mostrou tranquilidade ao falar do combate com Forrest Griffin , seu algoz quando estreou no UFC , em 2007. Ele afirmou que espera uma luta dura, mas se disse empolgado por poder lutar diante de sua família e amigos no Brasil. Ao comentar o crescimento do esporte no país, analisou que o preconceito diminuiu e, se ainda existe, é por parte de quem não conhece o MMA .

“O MMA no Brasil mudou muito e acredito que depois de sábado mudará muito mais, porque as pessoas verão que é um show. Quem ainda tem preconceito é porque não conhece. Tinha o sonho de lutar perto da minha família e realizei ao entrar nesse card”, disse.

Rodrigo Minotauro também tomou o microfone para dizer que a transmissão do UFC Rio em canal aberto de televisão será uma enorme alavanca para a popularização do MMA. “É uma oportunidade para o povo brasileiro reconhecer o nosso esporte como o segundo esporte, depois do futebol. Acho que essa transmissão em TV aberta vai ajudar muito a popularizar o MMA, é algo que nunca aconteceu aqui”.

Indagado sobre a possibilidade de voltar a disputar o cinturão dos meio-pesados em um futuro próximo, já que perdeu o título para Jon Jones ao ser massacrado em março deste ano, Shogun afirmou que, por ora, só pensa em Forrest Griffin.

“Fiquei três meses e meio focado em Los Angeles, fiz toda a recuperação lá. Depois da luta vejo o que faço, agora só penso no combate com o Forrest”, disse Shogun. O presidente do UFC, Dana White, completou: “Chael Sonnen tem uma luta em Houston, temos de ver antes como vai ser, e obviamente o Dan Henderson é uma possibilidade também. Vamos esperar os combates acontecerem”, determinou.

Griffin, por sua vez, deu de ombros para a pressão de lutar em território “hostil”. “Não é o mundo todo contra a gente, é só o Rio. Serão 15 mil contra na arena, mas é compreensível. Quando eles vão para os Estados Unidos é mais ou menos assim também”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.