Tamanho do texto

Mais de dez mil pessoas assistiram ao Amazon Forest Combat na capital do Amazonas

Manaus mostrou que está pronta para receber o UFC no ano que vem. Na última quarta-feira à noite, mais de dez mil pessoas lotaram a Arena Amadeu Teixeira e fizeram a festa no primeiro Amazon Forest Combat (AFC) - o maior evento de MMA do Brasil depois do UFC Rio . O show, no entanto, também ficou marcado por algumas decisões bem polêmicas dos juízes.

Paulão Filho e Satoshi Ishii protagonizaram um dos duelos mais aguardados da noite, que terminou de maneira bastante controversa. O japonês campeão olímpico dominou o brasileiro durante os três rounds claramente. Entretanto, os juízes definiram o duelo como um empate, gerando revolta e vaias da torcida.

Veja também: Campeão olímpico rebate boatos do judô e programa entrada no UFC

“Realmente acredito que não foi um empate. O Ishii mereceu ganhar, mas estou pronto para uma revanche”, reconheceu Paulão Filho após o confronto. “Está tudo bem. Lamento apenas por ficar mais longe do UFC com este resultado”, minimizou o japonês, apontado pelo público como o vencedor.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Já na luta principal, Royler Gracie realizou sua despedida do MMA com derrota para o japonês Masakatsu Ueda. O atleta nipônico também teve amplo domínio, mas viu um dos três juízes dar a vitória para o brasileiro. Ainda assim, ficou com o triunfo na decisão dividida.

O evento foi considerado uma espécie de aquecimento para o UFC Manaus que será sediado no sambódromo da cidad e no ano que vem. Além de unir qmais de dez mil pessoas na Arena, o card foi transmitido para mais de 150 países pela Record Internacional.

Confira: MMA na Amazônia reúne aura florestal e estrelas do UFC em Manaus

O Amazon Forest Combat reuniu uma série de atrações típicas do UFC e algumas personalidades do torneio norte-americano. Além de promover os duelos em um octógono idêntico ao do Ultimate, o AFC repatriou o árbitro Mário Yamasaki, um dos principais juízes de MMA do mundo. Nomes como Lyoto Machida e Royce Gracie também estiveram presentes como convidados.

“Nunca vi um ginásio assim. Isso mostra que o nosso trabalho está sendo reconhecido e que temos espaço para crescer ainda mais. A energia foi muito boa e espero que isso se repita”, celebrou o ídolo amazonense Ronys Torres, ex-atleta do UFC.

Confira os resultados dos principais combates:

Masakatsu Ueda venceu Royler Gracie na decisão dos juízes
Paulo Filho empatou com Satoshi Ishii
Ronys Torres venceu Drew Ficket com um nocaute no primeiro round
Braga Neto venceu Maiquel Falcão por finalização no segundo round
Jordan Smith venceu Karo Parisyan na decisão dos juízes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.