Tamanho do texto

Pesagem era etapa chave, já que Aldo e Florian estão entre os lutadores que apresentam maior dificuldade para perder peso

O cinturão dos penas está livre para ser disputado neste sábado à noite no UFC 136, em Houston (EUA). O campeão José Aldo e o desafiante Kenny Florian chegaram aos 66 kg necessários da categoria e estão liberados para o confronto pelo título.

A pesagem era considerada uma etapa chave para ambos já que Aldo e Florian estão entre os lutadores que apresentam maior dificuldade para perder o peso entre todos os lutadores do UFC – cada um chega a eliminar até 10 kg na semana do combate.

Esta será a segunda defesa de cinturão de José Aldo desde que ele entrou no UFC. Em sua estreia no torneio, ele superou o canadense Mark Hominick no UFC 129, no fim de abril, em Toronto.

LEIA MAIS: José Aldo sai da favela e defende fama após ascensão relâmpago

Outros participantes do UFC 136 que chegaram ao peso necessário foram o campeão dos leves Frankie Edgar e o desafiante Grey Maynard. Os dois conseguiram bater 70 kg e também estão livres para lutar.

Já a categoria dos médios (até 84 kg) terá dois importantes duelos neste sábado. Chael Sonnen e Brian Stann se enfrentam de olho na vaga de próximo desafiante do cinturão de Anderson Silva. Além deles, os brasileiros Demian Maia e Jorge Santiago também lutam para se redimir das últimas derrotas. Todos eles chegaram ao peso necessário.

José Aldo e Kenny Florian posam ao lado dos jogadores do Houston Dynamo
Rodrigo Farah/iG
José Aldo e Kenny Florian posam ao lado dos jogadores do Houston Dynamo

O card principal do UFC 136 está marcado para começar às 22h (horário de Brasília) deste sábado. O canal Combate transmite as lutas ao vivo por meio do pay-per-view.

Confira os principais duelos do UFC 136:
Frankie Edgar (EUA) x Grey Maynard (EUA)
José Aldo (BRA) x Kenny Florian (EUA)
Chael Sonnen (EUA) x Brian Stann (EUA)
Joe Lauzon (EUA) x Melvin Guillard (EUA)
Leonard Garcia (EUA) x Nam Pham (EUA)
Demian Maia (BRA) x Jorge Santiago (BRA) 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.