Tamanho do texto

Norte-americano reclamou do tempo de treino para o primeiro duelo diante do irlandês e garantiu que pode derrotá-lo

Chad Mendes quer revanche com Conor McGregor
Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Chad Mendes quer revanche com Conor McGregor

As polêmicas envolvendo o irlandês Conor McGregor parecem nunca ter fim. Desta vez, quem resolveu falar sobre o campeão interino dos pesos-penas foi o norte-americano Chad Mendes, derrotado por McGregor no UFC 189, em julho. Na ocasião, Chad substituiu José Aldo, naquela que seria a luta para a unificação do cinturão da categoria, já que o brasileiro é campeão linear.

Em entrevista à "Submission Radio", Mendes reclamou do pouco tempo que teve para treinar antes do confronto com Conor e por isso foi superado pelo irlandês.

"Os únicos que questionam meu condicionamento são os puxa-sacos do Conor McGregor, e mesmo assim só porque ele disse isso. Olhem para minha luta contra José Aldo. Eu lutei cinco rounds contra ele, que é um dos melhores lutadores peso-por-peso do mundo, puxando o ritmo o tempo todo", afirmou.

"Quando estou bem preparado, meu condicionamento nunca é problema. Nunca foi. Houve apenas uma luta, contra Nik Lentz, quando estava doente, e mesmo assim venci aquele cara, que na minha opinião destruiria Conor. Sempre vai haver quem fale besteiras. Meu condicionamento foi um problema na luta contra McGregor porque eu aceitei lutar em cima da hora", acrescentou o lutador de 30 anos.

Chad Mendes enfrentou Conor McGregor em julho
Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Chad Mendes enfrentou Conor McGregor em julho

Chad Mendes pediu ainda uma revanche contra o irlandês e garantiu que apenas com seu wrestling e fôlego consegue superá-lo.

"Se eu treinar como sempre faço, eu mato Conor McGregor. Meu condicionamento não será problema nessa luta. Todos viram o que aconteceu nos dois primeiros rounds. Eu o derrubei e o acertei à vontade, com boas cotoveladas e bons socos. Ele não faz nada com as costas no chão, enquanto eu, em forma, não fico parado a luta toda. Flutuo com facilidade e o derrubo quando quiser. Sinto que posso vencê-lo apenas estando com o fôlego em dia e usando somente o meu wrestling", completou.

José Aldo e Conor McGregor lutam pela unificação do cinturão dos penas no UFC 194, em Las Vegas, dia 12 de dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.