Tamanho do texto

Lutador brasileiro vai encarar Chris Weidman no dia 6 de dezembro e acredita que atletas do País irão superar má fase

Vitor Belfort vem de três vitórias e vai encarar Chris Weidman pelo título dos médios do UFC
Alexandre Loureiro/ Inovafoto
Vitor Belfort vem de três vitórias e vai encarar Chris Weidman pelo título dos médios do UFC

O Brasil já teve três campeões no UFC. Além de José Aldo, que mantém o título dos penas, o País também teve Anderson Silva (médios) e Junior Cigano (pesados) como detentores do cinturão do Ultimate. Recentemente foi a vez de Renan Barão perder o título dos galos. Agora, o Brasil tem apenas um cinturão, porém, para Vitor Belfort a má fase dos brasileiros logo vai ter fim. 

"Cada atleta tem seu tempo diferente. O esporte está em mutação. O importante é ver pelo lado positivo: vamos ter três conquistas brasileiras de cinturão este ano. O que posso fazer é dar meu máximo e representar meu país", declarou Belfort em entrevista para o programa de rádio "Mundo da Luta.

Após ser liberado pela Comissão Atlética de Nevada, Belfort teve a tão sonhada disputa de cinturão marcada para o dia 6 de dezembro, em Las Vegas. O brasileiro vai tentar destronar o americano Chris Weidman, algoz de Anderson Silva e Lyoto Machida.

Além de Belfort, outros dois brasileiros podem conquistar cinturões do UFC em 2014. Renan Barão terá a revanche contra TJ Dillashaw em 30 de agosto. Já Fabricio Werdum terá Cain Velásquez pela frente na disputa do título dos pesados, em 15 de novembro.

Belfort citou a importância do apoio da família antes da luta pelo cinturão."Lá em casa, estamos eu, Joana (Prado, sua esposa), Davi, Vitória e Kyara (seus filhos) estudando o jogo do Weidman. Todo dia o Davi vê alguma coisa, eu estou cercado de head coaches me dando o scout. Hoje já recebi as anotações do Davi", disse o peso-médio.

O lutador ainda lembrou que a luta será na mesma data do aniversário de sua irmã, Priscila, desaparecida desde 2004. "Vou fazer essa luta em honra à memória da minha irmã. É só alegria", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas