Tamanho do texto

Brasileiro foi dominado no início, acertou cruzado potente e balançou o americano, mas perdeu na decisão unânime

Chris Weidman venceu Lyoto Machida em decisão unânime dos juízes
Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images
Chris Weidman venceu Lyoto Machida em decisão unânime dos juízes

Lyoto Machida deu trabalho para Chris Weidman, mas o americano fez uma nova vítima brasileira e manteve o cinturão dos médios do UFC. O algoz de Anderson Silva dominou os três primeiros rounds, levou susto no quarto, mas soube superar o cansaço e vencer o lutador paraense na noite deste sábado, em Las Vegas, pelo UFC 175.

Leia mais: Struve desmaia no vestiário e luta contra Mitrione é cancelada

Desde o início, Weidman se colocou no centro do octógono e dominou as ações. Lyoto gingava e tentava escapar das iniciativas do americano na luta em pé. No segundo round, Weidman, especialista no wrestling, conseguiu uma queda e se impôs ainda mais no combate. 

No round seguinte, o americano conseguiu novo domínio sobre o brasileiro e martelou a cabeça de Lyoto. Com um direto, abriu um corte na testa do paraense. No quarto, Lyoto reagiu ao acertar cruzado de esquerda em cheio no americano, que balançou, mas não caiu. Mostrando cansaço, Weidman começou a ser perseguido pelo brasileiro no octógono. Lyoto tentava conectar mais golpes e virar a luta, enquanto brincava ao se movimentar no octógono. 

Confira imagens do UFC 175:

No último round, a luta começou franca, com trocas de golpes em pé dos dois lados. Mas Weidman reagiu, colocou Lyoto para baixo e buscou o ground and pound. O brasileiro se segurou e ainda tentou uma sequência de socos e joelhadas para derrubar o campeão. Lyoto deu susto em Weidman, mas não conseguiu tirar o cinturão do americano. Na decisão unânime dos juízes, melhor para Weidman na decisão unânime dos juízes (49-45, 48-47 e 48-46).

Ronda Rousey nocauteia em 16 segundos
Absoluta entre as mulheres, Ronda Rousey parece cada vez mais invencível no UFC. A nova vítima da americana foi Alexis Davis. Assim que o árbitro sinalizou o início da luta, Ronda foi para cima da rival, usou seu poderoso judô para aplicar uma queda e decretou a vitória incontestável com uma sequência de socos no rosto de Davis.

Apenas Bruno Carioca vence entre os brasileiros
Outros quatro lutadores do Brasil participaram do card preliminar do UFC 175, e só Bruno Carioca saiu vencedor. Ele passou por Chris Camozzi em decisão dividida dos juízes. 

Guilherme Bomba, Idemar Marajó e Thiago Marreta foram superados em decisão unânime dos juízes e saíram derrotados do octógono.

Confira os resultados das lutas do UFC 175:

Card principal:
Chris Weidman venceu Lyoto Machida em decisão unânime dos juízes
Ronda Rousey venceu Alexis Davis por nocaute no primeiro round
Stefan Struve x Matt Mitrione foi cancelada - Struve passou mal nos vestiários
Uriah Hall venceu Thiago Marreta por decisão unânime
Russell Doane venceu Marcus Brimage por decisão dividida

Card preliminar :

Urijah Faber venceu Alex Caceres por finalização no terceiro round
Kenny Robertson venceu Ildemar Marajó por decisão unânime
Bruno Carioca venceu Chris Camozzi por decisão dividida
Rob Font venceu George Roop por nocaute no primeiro round
Luke Zachrich venceu Guilherme Bomba por decisão unânime
Kevin Casey venceu Bubba Bush por nocaute técnico no primeiro round

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.