Tamanho do texto

Americano segue com o cinturão do peso-mosca após vitória por decisão unânime dos juízes

Demetrious Jonhson e Ali Bagautinov em duelo pelo UFC 174
AP Photo/The Canadian Press/Jonathan Hayward
Demetrious Jonhson e Ali Bagautinov em duelo pelo UFC 174

Em sua quarta defesa de título do peso-mosca, Demetrious Johnson precisou de cinco rounds para superar Ali Bagautinov na madrugada deste domingo em Vancouver, no Canadá, na principal luta do UFC 174. Único campeão da categoria até 57kg do Ultimate, o americano manteve a hegemonia e o cinturão por decisão unânime dos juízes (triplo 50-45). O russo, que tem 13 vitórias em seu histórico, por sua vez, amargou a terceira derrota da carreira, a primeira no UFC.

Num duelo equilibrado, Johnson e Bagautinov foram poucas vezes ao solo. Apostando na trocação, o campeão, mais ágil, desferiu e acertou mais golpes em seu adversário, que buscava a luta agarrada na maior parte do tempo e tentava pressionar o americano contra a grade, mas a movimentação de Johnson não facilitava. Quando ficavam clinchados, Johnson aproveitava para atingir o russo com diversas joelhadas. Contando todas as lutas de MMA, essa foi a vigésima vitória do americano, que perdeu duas vezes e empatou uma.

Dois brasileiros também subiram ao octógono nessa edição do UFC, mas não se saíram bem. No peso-meio-pesado, Rafael Feijão foi vencido pelo americano Ryan Bader, enquanto Daniel Serafian, no meio-médio, foi finalizado ainda no primeiro round pelo japonês Kiichi Kunimoto.


Mulheres

No card preliminar do peso-galo feminino, a canadense Valerie Letourneau, estreante no UFC, saiu vitoriosa por decisão dividida no embate com a americana Elizabeth Phillips. Além de chamar a atenção do público com seus socos e chutes, Valerie ganhou apoio dos torcedores por sua beleza e pelos olhos claros. No final da luta, porém, só o direito era visível, devido ao inchaço do esquerdo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.