Tamanho do texto

Aos 38 anos, brasileiro tem provavelmente sua última oportunidade de recuperar título dos pesos médios

Anderson e Weidman voltarão a se enfrentar pelo cinturão dos médios em Las Vagas
Getty Images
Anderson e Weidman voltarão a se enfrentar pelo cinturão dos médios em Las Vagas

O futuro de Anderson Silva no UFC será decidido na noite deste sábado, em Las Vegas. Dono da maior invencibilidade da história do Ultimate, o brasileiro tentará derrotar Chris Weidman, único homem que o derrotou na categoria, e recuperar o cinturão dos pesos médios no UFC 168. O canal Combate transmite o evento ao vivo a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Devido à sua idade avançada, 38 anos, não é exagero dizer que esta é a última chance de Spider deixar o octógono como campeão. Se perder, dificilmente terá outra chance de lutar pelo título. 

Silva e Weidman se enfrentaram pela primeira vez no UFC 162, no dia 6 de julho deste ano. Na ocasião, o brasileiro ostentava a sequência recorde de 17 triunfos seguidos e dez defesas de cinturão, que era dele desde 2006. Já o norte-americano era o desafiante sem nada a perder. O resultado todos sabem: Spider abusou das brincadeiras e a vitória ficou com Weidman após acertar um cruzado no queixo do rival no segundo round

Anderson ou Weidman, quem você acha que vence o UFC 168? Comente

Hoje as situações se inverteram. Enquanto Anderson tenta provar que ainda é o melhor do mundo no MMA, Weidman tenta se consolidar como campeão. O norte-americano é dono de cartel respeitável: são dez vitórias em dez combates no UFC.

O brasileiro disse ter aprendido a lição da derrota de julho e deixou claro que o peso estará de volta a seus ombros após a luta desta noite. Já o atual campeão afirmou que sabia desde o início que essa revanche aconteceria e que precisa vencer Spider novamente para “seu sonho estar completo”.

LEIA: Spider imita Ronaldo e Felipão e afirma que "aprendeu a lição" após derrota

Independentemente do resultado deste sábado, Silva tem ainda mais sete confrontos pelo UFC previstos em contrato. Se vencer, Anderson deverá colocar o cinturão à prova novamente contra Vitor Belfort, a quem nocauteou em 2011. Se perder, poderá até voltar ao octógono, mas provavelmente dará adeus para sempre ao título de campeão dos médios. E a aposentadoria surgirá como opção.

Cinturão feminino

Ronda Rousey é campeã invicta do peso galo feminino do UFC
Getty Images
Ronda Rousey é campeã invicta do peso galo feminino do UFC

Além de Weidman contra Silva, o UFC 168 terá outra disputa de cinturão. Lutando no peso galo feminino, a campeã Ronda Rousey será desafiada por Miesha Tate. Quem vencer ficará com o cinturão.

Será o segundo duelo entre as norte-americanas. Elas já se enfrentaram no dia 3 de março de 2012, ainda pelo Strikeforce. Na ocasião, Rousey venceu por finalização com chave de braço no primeiro round.

A atual campeã está invicta no MMA: são sete vitórias. Já a desafiante acumula 13 triunfos e quatro derrotas.

Outros brasileiros em ação

Anderson Silva não será o único brasileiro no octógono na noite deste sábado em Las Vegas. No card preliminar, William Patolino irá encarar o norte-americano Bobby Voelker pelos pesos meio-médios e, nos leves, Gleison Tibau lutará contra Michael Johnson, também dos Estados Unidos

Já no card principal, haverá outros dois duelos entre Brasil e EUA. Pelos pesos penas, Diego Barão vai enfrentar Dustin Poirier. Nos leves, Fabrício Morango medirá forças com Jim Miller.

Confira a programação completa do UFC 168:

Card Principal
Chris Weidman x Anderson Silva
Ronda Rousey x Miesha Tate
Josh Barnett x Travis Browne
Jim Miller x Fabrício Morango
Dustin Poirier x Diego Brandão

Card Preliminar
Chris Leben x Uriah Hall
Gleison Tibau x Michael Johnson
Dennis Siver x Manny Gamburyan
John Howard x Siyar Bahadurzada
William Patolino x Bobby Voelker
Robbie Peralta x Estevan Payan