Tamanho do texto

Lutador brasileiro se prepara para encarar Cain Velásquez pela terceira vez, na tentativa de retomar o cinturão dos pesados do UFC

Junior Cigano participou do programa de Frente com Gabi
Carol Soares/SBT
Junior Cigano participou do programa de Frente com Gabi

Em preparação para tentar retomar o cinturão dos pesados do UFC, Junior Cigano volta ao octógono do Ultimate no próximo dia 18 de outubro, para encarar Cain Velásquez pela terceira vez na carreira. Em entrevista ao programa De Frente com Gabi, o lutador disse que almeja carreira longa no MMA. 

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Quero ser um desses, me cuido muito para ser um desses e ter uma carreira bem longa. Plano B, eu não tenho. Ou é ou não é, ser lutador. Amo o que eu faço, me encontrei e me sinto muito feliz. Não trocaria por nada, nem para ser o Barack Obama (risos)", disse Cigano, ao citar o ex-lutador Randy Couture, que se aposentou aos 48 anos após títulos em duas categorias do UFC.

Leia mais: Desafiado por Sonnen, Wanderlei Silva retruca: "O UFC ainda não me ligou"

Pensando no momento de deixar o octógono como lutador, Cigano afirmou que pretende seguir envolvido com MMA. "Quero estar envolvido com luta. Quero ter minha academia, formar meus atletas e, um dia, formar o campeão mundial, como meu treinador", disse o peso pesado de 28 anos.

Separado de Vilsana Piccoli em dezembro de 2012, após 10 anos de casamento, Cigano assumiu que está em um novo relacionamento.

"Atleta tem que ter alguém ao seu lado, senão a vida fica bagunçada. Estou namorando, Isadora é o nome dela", revelou. "É administradora, mas já está por dentro do MMA, já entende, até treina um boxezinho", brincou o ex-detentor do cinturão dos pesados do UFC.




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.