Tamanho do texto

Dedé Pederneiras desabafou após a suposta lesão de Anthony Pettis para o UFC 163. Americano se recuperou rapidamente e encara Ben Henderson no dia 31 de agosto

André Pederneiras contestou a lesão de Pettis
Isabela Kassow
André Pederneiras contestou a lesão de Pettis

Anthony Pettis seria o adversário de José Aldo no UFC 163, no Rio. No entanto, uma lesão tirou o americano do combate pelo cinturão e Pettis foi substituído por Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, que perdeu para o brasileiro neste último sábado. Dedé Pederneiras, técnico de Aldo, não acredita na contusão do americano e se mostrou revoltado.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Estou rezando para que o Anthony Pettis ganhe o cinturão nos leves e cumpra o desafio de lutar entre os penas, como o Dana White sugeriu, largando o cinturão e vindo encarar o Aldo na categoria dele. Para mim, ele não se machucou porra nenhuma. Ele viu que não ia bater o peso, que não era tão fácil como ele pensava", desabafou o treinador do brasileiro, em entrevista à rádio Beat 98FM.

Leia mais: Aldo tem fratura no pé direito confirmada e deve ficar oito semanas fora

Pettis alegou uma contusão no joelho, ficou de fora para o combate diante de Aldo, mas foi confirmado para encarar Ben Henderson no UFC 164, no dia 31 de agosto, na disputa do cinturão dos leves do Ultimate. Caso conquiste o cinturão dos leves, o Ultimate anunciou que pretende promover o tão aguardado combate entre Anthony Pettis e José Aldo. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.