Tamanho do texto

Campeão dos penas manteve o cinturão na decisão dos juízes, e todos os lutadores brasileiros do card principal venceram

O card principal do UFC 156 foi todo brasileiro para delírio dos fãs do país presentes na Mandalay Bay Arena, em Las Vegas. O campeão dos penas, José Aldo, mostrou por que é considerado imbatível entre os pesos mais leves do Ultimate. Ele levou a melhor sobre Frankie Edgar na decisão unânime dos juízes e manteve o cinturão em uma noite repleta de triunfos verde-amarelos.

O que você achou da vitória de José Aldo? Opine com outros fãs de UFC

José Aldo celebra vitória sobre Frankie Edgar no UFC 156
Getty Images
José Aldo celebra vitória sobre Frankie Edgar no UFC 156

“Espero que esta vitória conforte um pouco o que vocês sentiram pelo incidente horrível na boate. É para vocês”, afirmou Aldo, oferecendo o triunfo às vítimas da tragédia de Santa Maria como havia prometido na última quinta

Veja também:  Pezão dá show, vence Overeem com nocaute e levanta arena

O combate deste sábado reuniu dois dos principais expoentes do UFC. De um lado o brasileiro, invicto há 14 lutas, e do outro o ex-campeão dos leves, ainda apontado por muitos como o principal atleta da categoria de cima. No fim, quem levou a melhor foi o amazonense, claramente mais técnico que o lutador da casa.

Confira ainda: Demian Maia domina Jon Fitch e vence sob gritos de “jiu-jitsu”

Quando o embate começou, os dois adotaram uma postura cautelosa, sem se expor. Animada, a torcida americana gritou o nome do seu atleta, mas logo depois ouviu a resposta dos fãs brasileiros berrando “Aldo”. Aos poucos, o campeão passou a tomar tomou controle do duelo encaixando bons jabs e chutes no anfitrião.

Confiante, José Aldo sorriu para o rival em vários momentos do confronto e seguiu superior com fortes chutes na perna. Edgar até conseguiu uma queda no segundo round, mas o brasileiro rapidamente se levantou.

No decorrer da luta, Aldo foi machucando o rosto de Edgar cada vez mais. Até que no quarto assalto, o americano finalmente derrubou o brasileiro, mas depois seguiu levando a pior nas trocações. No fim, os juízes deram a vitória invicta por pontos para o brasileiro.

“Frankie é um grande lutador. Sabia que precisava trabalhar round por round, pois ele tem um queixo bom e aguenta bastante”, avaliou Aldo após o confronto.

Resta saber agora quem será o próximo da lista que o Ultimate colocará para desafiar Aldo. Entre os possíveis adversários do campeão aparecem Anthony Pettis, Ricardo Lamas e o “Zumbi Coreano” Chan Sung-Jung.

Minotouro supera Rashad Evans por pontos
Passada a vitória de Antônio Pezão sobre Alistair Overeem, foi a vez de Rogério Minotouro protagonizar outra surpresa verde-amarela. O irmão gêmeo de Minotauro foi superior nas trocações e fez o suficiente para levar a melhor sobre o favorito Rashad Evans.

Apesar de não realizar um grande primeiro round – ele foi derrubado uma vez pelo rival -, o baiano se recuperou e passou a dominar de maneira clara as trocações em pé. Além disso, ele evitou as outras tentativas de queda de Evans e fez o suficiente para convencer os jurados do seu triunfo.

Confira as lutas do UFC 156:

Card principal
José Aldo venceu Frankie Edgar na decisão dos juízes
Rogério Minotouro venceu Rashad Evans na decisão dos juízes
Antonio Pezão venceu Alistair Overeem por nocaute no 3º round
Demian Maia venceu Jon Fitch na decisão dos juízes
Joseph Benavidez venceu Ian MCall na decisão dos juízes

Card preliminar
Evan Dunham venceu Gleison Tibau na decisão dos juízes
Tyron Woodley venceu Jay Hieron por nocaute no 1º round
Bobby Green venceu Jacob Volkmann por finalização no 3º round
Isaac Vallie-Flagg venceu Yves Edwards na decisão dos juízes
Dustin Kimura venceu Chico Camus por finalização no 3º round
Francisco Rivera venceu Edwin Figueroa por nocaute no 2º round