Tamanho do texto

O duelo mais esperados dos últimos anos será disputado no dia 7 de julho, em Las Vegas, nos Estados Unidos

Na primeira luta entre Anderson e Sonnen, o brasileiro venceu por finalização no último round
Getty Images
Na primeira luta entre Anderson e Sonnen, o brasileiro venceu por finalização no último round
Acabou o mistério. Nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, o UFC confirmou que a aguardada revanche entre o brasileiro Anderson Silva e o norte-americano Chael Sonnen não será no Brasil. A luta foi marcada para o UFC 148, dia 7 de julho, em Las Vegas.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Fiquei desapontado quando recebi a notícia pela primeira vez. Fiquei triste, porque seria um grande show. Essa mudança é chata, porque passa imagem negativa do Brasil para o mundo. De não ter condições de realizar um evento deste porte", disse Anderson, durante entrevista coletiva, nesta terça-feira, no Rio de Janeiro.

Leia mais: No Rio, Sonnen diz ser o campeão e tenta roubar cinturão de Anderson

A princípio, a luta seria realizada dia 23 de junho em São Paulo, mas o fato de a legislação da capital paulista não permitir que o nível de 45 decibéis seja ultrapassado em zonas residenciais depois das 22 horas impediu o acordo.

Clique aqui e veja fotos dois cortes mais sangrentos da história do UFC

Depois, o UFC anunciou que o evento seria no Rio de Janeiro, no Estádio do Engenhão, também no dia 23 de junho. No entanto, como a capital fluminense está praticamente sem vagas de hotéis por conta da Rio+20 , conferência de sustentabilidade da ONU (Organizações das Nações Unidas), o confronto entre Silva e Sonnen acabou transferido para Las Vegas. 

"A condição para enfrentar o Sonnen era essa, lutar no Brasil, mas não teve chance. Agora, vou ter mais tempo para me preparar e fazer meu trabalho", acrescentou Anderson.

Veja também: Chateado com a demora do UFC para definir adversário, Lyoto desabafa

Também durante a entrevista coletiva, Chael Sonnen não perdeu a oportunidade de provocar o campeão peso médio do UFC.

"É uma pena. Minha ideia era bater no Anderson Silva aqui no Brasil e pegar o meu cinturão. Agora vamos lutar em Las Vegas, a capital do mundo das lutas", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.