Tamanho do texto

Atacante santista não marca gols há 12 jogos e responde com ironias sobre o jejum de gols que atravessa

O atacante Zé Eduardo ficou bravo com os repórteres ao ser questionado sobre os gols perdidos no empate por 1 a 1 contra o Once Caldas , nesta quarta-feira, no estádio do Pacaembu, pelas quartas de final da Libertadores. O jogador, que não balança as redes há 12 jogos, contrariou a análise dos jornalistas e respondeu com ironia sobre o jejum de gols.

“Quero saber, também (o motivo de não marcar gols). Se você souber, me avisa, por favor. Acontece. Vou fazer o quê? A bola na está entrando. Não estou de sacanagem. Se for para sair sem gols e o Santos campeão, que eu fique 15 jogos sem fazer gols!”, disparou o atacante santista.

Indagado sobre um possível individualismo de Neymar na partida contra o Once Caldas, o atacante não concordou e defendeu o companheiro. Porém, reclamou que a bola não estava chegando nos últimos jogos. “Em nenhum momento (a bola não chegou), você está vendo outro jogo. Esse jogo eu tive oportunidade, nos outros jogos não. Atacante está ali para fazer gol, não para fazer sacanagem.”

Após perder dois gols dentro da área no segundo tempo, Zé Eduardo foi vaiado pela torcida santista e substituído por Keirrison. Apesar da alteração, Muricy Ramalho continuou defendendo o atacante.

“Em relação ao Zé, converso com ele todos os dias, dou força para ele. Enquanto ele continuar lutando, ele terá chance comigo”, disse o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.