Tamanho do texto

Atacante lembra suas profecias e não se incomoda com série de 16 jogos sem fazer gol no Campeonato Brasileiro

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237881963619&_c_=MiGComponente_C

Washington terminou o Campeonato Brasileiro com 10 gols, oito deles com a camisa do Fluminense e dois pelo São Paulo. Mas amargou um jejum de 16 jogos sem marcar, que não chegou ao fim. Nada que perturbe o atacante no momento de festa pela conquista do seu primeiro título da competição aos 35 anos de idade. Antes havia chegado perto com Atlético-PR, em 2004, e São Paulo, no ano passado.

AE
Campeão pela primeira vez, Washington diz não estar incomodado com jejum de gols

"O time merecia muito, os jogadores mereciam. Esse é o momento de curtir. O jejum deixa para quebrar nas peladas de fim de ano. Só quero gritar é campeão", afirmou o atacante, que teve seu nome gritado pela torcida quando foi chamado por Muricy Ramalho para substituir Julio Cesar.

A conquista do título celebrou duas afirmativas de Washington durante o ano. Quando foi apresentado na sua volta ao Fluminense, ele disse que seria campeão. E, no momento em que ainda disputava a artilharia do Brasileiro, afirmou que trocaria seus gols pelo campeonato.

"Era isso mesmo que deveria acontecer. São duas coisas que vão ficar gravadas para sempre. Deus mostrou que já estava escrito. Fui artilheiro várias vezes. O importante era o título", disse Washington.

*Colaboraram Renan Rodrigues, Thales Soares e Marcello Pires

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.